Diante do The Strongest, Tricolor completa 200 dias sem perder no Morumbi

Você se lembra do que fez há 200 dias? Realmente é muito tempo e só quem tem boa memória poderia lembrar de algo. Mas é exatamente nesta quinta-feira que o São Paulo completa 200 dias sem perder no Estádio do Morumbi. Marca que o Tricolor quer prolongar diante do The Strongest (BOL), pelo Grupo 3 da Copa Libertadores.

Desde o primeiro turno do Campeonato Brasileiro do ano passado, clube e torcida fizeram do Morumbi um verdadeiro caldeirão. O último revés aconteceu no dia 12 de agosto de 2012. Na ocasião, a equipe foi derrotado pelo Grêmio por 2 a 1 – Cícero fez o gol do São Paulo. A partir daí, 14 vitórias e cinco empates, com grandes partidas no estádio.

No dia 23 de setembro, o Tricolor venceu o Cruzeiro por 1 a 0, com gol de Osvaldo. Naquela tarde, 40.457 são-paulinos foram ao Morumbi para a apresentação do meia PH Ganso. Público que foi ainda maior – 62.207 – na vitória sobre o Náutico por 2 a 1, no dia 18 de novembro, quando o camisa 8 estreou.

“Eu sabia que estávamos há muito tempo invictos no Morumbi, mas não tinha a noção de dias. Isso é importante para mostrar que somos importantes dentro de casa. Espero que essa sequência possa durar por muito tempo e contamos com a torcida para isso”, disse o meia Jadson.

Essa sintonia entre time, torcida e estádio só poderia terminar em título. Com uma campanha invicta, o São Paulo ganhou a Sul-Americana da última temporada. O título inédito foi conquistado diante de 67.042 torcedores no Morumbi, que fizeram a festa com a vitória por 2 a 0 diante do Tigre (ARG) na final.

Na atual temporada, no retorno do Tricolor à Copa Libertadores, o estádio foi novamente importante. Na primeira fase da competição continental, o São Paulo não tomou conhecimento do Bolívar (BOL). A goleada por 5 a 0, com gols de Luis Fabiano (2), Osvaldo, Jadson e Rogério Ceni, foi acompanhada por mais de 40 mil são-paulinos.

“É muito importante não perder no Morumbi, é sempre muito gratificante fazer parte de uma marca expressiva como essa. Diante de nossa torcida sempre temos de fazer o nosso melhor para aumentar ainda mais esses números”, completou o volante Wellington.

Para manter essa invencibilidade e vencer a primeira na fase de grupos, o técnico Ney Franco levará a campo uma equipe ofensiva. Aloísio ganhou a vaga de Paulo Henrique Ganso e jogará aberto pela direita, com Jadson no meio e Osvaldo na esquerda. Fabuloso será a referência no ataque.

“Agradeço a confiança dele (Ney Franco) em me escalar mais uma vez. Acredito que esteja ajudando a equipe de uma boa maneira, joguei todas as partidas no ano. Quero agradecer não só a ele, mas também a todos os torcedores fazendo o meu melhor em campo e com gols”, disse Aloísio.

Para o elenco tricolor, o jogo desta noite é o mais importante da temporada. E nada melhor que ele seja no Morumbi, a casa do São Paulo e onde todos estão acostumados a jogar. Já são 200 dias sem perder no Estádio. Uma marca expressiva para um clube acostumado com conquistas e certamente vai atrás de muitas outras neste ano.

SÃO PAULO X THE STRONGEST (BOL)

LOCAL: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
DATA/HORÁRIO: 28/2/2013, às 21h30
ÁRBITRO: Enrique Cáceres (PAR)
ASSISTENTES: Rodney Aquino (PAR) e Dario Gaona (PAR)

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas, Lúcio, Rafael Toloi e Cortez; Wellington e Denilson; Jadson, Aloísio e Osvaldo; Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.

THE STRONGEST (BOL): Daniel Vaca, Diego Bejarano, Luis Mendez, Marcos Barrera e Jair Torrico; Walter Veizaga, Nelvin Soliz, Alejandro Chumacero, Sacha Lima e Pablo Escobar; Harold Reina. Técnico: Eduardo Villegas.

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.