Cícero reencontra o Bahia: “Tenho carinho, mas estou no São Paulo”

Além do zagueiro Paulo Miranda, o confronto diante do Bahia será especial para o polivalente Cícero. Foi no clube baiano, há 10 anos, que o agora são-paulino assinou o primeiro contrato profissional. De lá, o jogador ganhou projeção nacional e começou a se destacar no Figueirense, em 2006.

Cícero lembra com carinho do Bahia, mas só até a hora de a bola rolar. Em campo, o camisa 16 espera levar o São Paulo a primeira vitória no Campeonato Brasileiro deste ano. Na estreia, o Tricolor perdeu de virada para o Botafogo por 4 a 2, no Rio de Janeiro.

“É a equipe que me profissionalizei. Foi um grande passo na minha carreira. Um clube que tenho um carinho grande, sempre respeito, mas na vida as coisas vão passando e agora estou no São Paulo. Vou procurar fazer o melhor para dar a vitória para o nosso time”, disse Cícero.

Depois do Bahia e Figueirense, Cícero jogou no Fluminense e no futebol alemão antes de chegar ao Tricolor. Neste ano, ele tem sido um dos homens de confiança do técnico Emerson Leão. Ao todo, são 28 partidas, todas como titular. Além disso, ele marcou seis gols.

“Sei da minha responsabilidade aqui no São Paulo e isso só aumenta. Todos nós sabemos disso. Não vamos contar com o Lucas e o Casemiro, que são fundamentais para a nossa equipe, mas temos um grupo forte e quem entrar vai dar conta do recado”, completou o jogador.

Cícero quer apagar o revés no Rio de Janeiro com uma vitória no Morumbi.

“No Campeonato Brasileiro, ainda se tratando de um clube como o São Paulo, se você não soma ponto em um jogo, no outro você entra com aquela pressão, que é normal. Temos de superar isso e fazer um bom resultado dentro de casa”, completou o camisa 16.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.