Aguirre culpa calor, mas admite que ainda está devendo no São Paulo

Diego Aguirre segue sem vencer como visitante no São Paulo e, neste domingo, ficou no 0 a 0 diante do Ceará, em uma partida com raros momentos de criatividade ofensiva da equipe. Por isso, o técnico admite que está devendo. Mas, especificamente nesta partida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, crê que o calor de Fortaleza prejudicou.

– Quando se joga aqui, com calor, o ritmo de jogo cai. Sempre que se joga no Nordeste, às 16h, o ritmo não é o que podemos fazer, jogadores sofreram muito. Jogamos seis jogos em dias. Não é desculpa, mas a realidade. Com certeza, foi isso que não nos deixou ter a intensidade que pedimos – comentou o uruguaio.

– Eu esperava outra intensidade para atacar. Não é só defender. Não tivemos um jogo como imaginávamos, e tínhamos bons jogadores em campo, como Cueva e Nenê. Jogamos sem centroavante, com Valdívia, Everton, Régis pela direita… Buscamos opções, sempre queremos ganhar o jogo. Fora de casa, é importante não perder, mas sinto que podemos dar muito mais – completou.

Aguirre chegou a nove jogos no clube, com três vitórias, três derrotas e três empates, com um aproveitamento de 44,4%. Especificamente longe do Morumbi, são três derrotas e dois empates. Estatísticas aquém do que o técnico gostaria, mesmo com pouco tempo de trabalho no Tricolor.

– Temos de dar mais, ser mais protagonistas. A torcida precisa ter um pouco de paciência. Trabalhamos muito para poder dar alegria a eles. Lamentavelmente, não aconteceu. Seguramente, cometemos alguns erros por falta de conhecimento de alguns jogadores e que precisamos ver no jogo. Mas temos pouco mais de um mês de trabalho, as coisas vão se acertando. Temos de nos preparar muito para tentar ganhar o próximo jogo e estar nas primeiras posições. Esse tem de ser o nosso objetivo, brigar pelo Campeonato Brasileiro

Confira outros temas abordados por Aguirre em sua entrevista neste domingo:

Diego Souza
Conto com ele. Ficou treinando em São Paulo. Tem ofertas, mas veremos isso nos próximos dias. Temos de ver a postura do jogador. É importante, um patrimônio do São Paulo. Se ficar, vai jogar muito.

Everton
Everton é um fenômeno. Chegando, treinou um dia, mas é um reforço espetacular, sem dúvida. Everton chegou nesta semana e foi uma opção muito boa, fez uma boa estreia, tem muito para dar.

Mudanças na escalação
Obviamente, tivemos de fazer mudanças na escalação.  Depois, optamos por dar opção a Cueva, que é um jogador importante e não jogou na quinta-feira. Praticamente, os jogadores foram os mesmos. Régis estava um pouco cansado pela sequência de três jogos em seis dias, e vinha de uma inatividade. Mas não só futebolisticamente, falamos com os fisiologistas e a decisão da escalação foi tomada em conjunto.

Jogar sem centroavante
Às vezes, imaginamos um jogo com um centroavante fixo, como fazemos com o Tréllez, e buscamos outras alternativas porque não estamos pegando na bola. Mas isso também não funcionou. Obviamente, gosto de jogar com um centroavante. estamos testando e avaliando os melhores rendimentos.

 

Fonte: Lance

7 comentários em “Aguirre culpa calor, mas admite que ainda está devendo no São Paulo

  1. o cara tem 9 jogos na frente do time… e a torcidinha esta querendo sua demissão.. sério isso??? depois querem um time com padrão de jogo, jogas ensaiadas e tudo aquilo que ja sabemos ….. mas como conseguir isso se toda vez que perde, para grande parte da torcida o treinador tem que ser trocado …. por isso falo que o SPFC é o espelho da sua torcida…

  2. Hj foi o pior jogo sob o comando do Aguirre, mas não pode tbm jogar tudo para o alto e recomeçar, até pq seria a mostra de uma total falta de planejamento o que não acredito que ocorra.
    Falta ainda material humano com mais qualidade pra elevar o nível competitivo do time.
    Não gosto do rodízio de jogadores já que tempo para treinamento é escasso além do que trocas acontecerão naturalmente por contusões , cartões e a necessidade de se mudar uma partida taticamente em determinados jogos.

  3. Aguirre, nem vou te culpar pela sua mediocridade porque eu já sabia que vc era medíocre, culpo que o trouxe, os 3 patetas da diretoria de futebol, o clube da amizade que montou uma confraria.
    Esse técnico eh mais perdido que cego em tiroteio, grotesco, bisonho, quer fazer rodízio sem nem sequer ter um time, um esquema, troca as posições de todos, bagunça até a cabeça dos narradores, imagina doa jogadores.
    Eu disse que fosse pra trazer aposta, melhor deixar o Jardine, dito e feito, Jardine em doia jogos fez o time jogar mais que em 1 ano, deu pronto um esquema pro amigo do Raí é o que a ANTA URUGUAIA fez? Baguncou tudo a lá Dorival, aliás, chega a ser pior que o Dorival.
    Medonho esse técnico, espero que o Uruguai o leve, pelo amor de Deus, antes que seja tarde.
    Conselheiros do SPFC, se tem alguém que ame esse clube, faça o favor de pedir pra tirar esse bagunceiro uruguaio e deixar o Jardine pelo menos até o final do ano, pois já será mais um perdido, talvez o competente Jardine nos dê alegrias esse ano.
    Jardine um conselho,não assimile as badernas desse uruguaio, continue com suas convicções e seus treinos, vc eh milhões de vezes melhor que esse asno do Uruguai que só está ai porque eh amigo do Raí e do Lugano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.