UNIVERSIDAD DE CHILE X SÃO PAULO

Sobe

WELLINTON: um monstro naquele meio de campo são-paulino. O que mais me alegra é ver que, depois da contusão que teve, do tempo de recuperação, ele voltou em plena forma e está esbanjando vigor físico e técnico. Hoje foi marcador, sua principal função, e iniciou a jogada dos dois gols do Tricolor. Um espetáculo de jogador.

WILLIAN JOSÉ: essa noite talvez fosse sua derradeira chance. Ele provou que pode ser goleador. Basta a bola chegar até ele. Não esperem que ele vá fazer tabela, um dois ou coisa semelhante. Mas sobrou para ele, a chance de gol é grande. Fez os dois e se redimiu com a torcida.

 

Desce

NEY FRANCO: montou o time certinho, fez escolha certa com Willian José, o time fez um primeiro tempo impecável. Por que tinha que tirar o Cortez e fazer aquela lambança no time? Depois teve que fazer outra substituição para corrigir a primeira. Técnico tem que ter visão de jogo e Ney Franco, hoje, não teve.

MAICON: sua entrada fez o time cair muito de rendimento. Trocamos a rapidez de Jadson pela lentidão de Maicon. E o time ressentiu isso e passou a ser pressionado pela Universidad, com dez jogadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.