São Paulo X Vasco

Sobe

LÚCIO: mais uma vez foi um verdadeiro xerife. Ganhou todas na defesa, fez assistência para um gol, saiu várias vezes com a bola dominada fazendo boas jogadas, preciso, deu bronca quando tinha que dar. Assim como no jogo contra a Ponte foi o Lúcio que esperamos ver com a camisa do São Paulo.

LUIS FABIANO: hoje fez três (ou dois) gols. Foi contra o Vasco, não contra o Adamantina. Foi no Morumbi. Mas e daí? Se fizer gol em todos os jogos no Morumbi e o São Paulo ganhar, será um grande candidato ao título. Além disso, deu combate, desarmou, enfim, foi um guerreiro como queremos ver em campo.

NEY FRANCO: somos muito críticos ao seu trabalho, pois tem errado muito. Mas hoje foi o responsável direto pela mudança do comportamento do time no segundo tempo, com as alterações que fez.

ALOÍSIO: entrou e deu outra vida para o time. Marcou um golaço, fez a jogada do primeiro gol, que abriu caminho para a goleada, foi um brigador.

 

Desce

ROGÉRIO CENI: hoje não tem como não colocá-lo aqui. O Vasco não chutou uma única bola na direção do gol. E ele acabou dando o gol para o Vasco, numa jogada medonha. Desculpe, capitão, mas hoje você visita esta coluna.

SILVINHO: partida para esquecer. Morto, não conseguiu criar, atacar, nem dar combate na marcação ao lateral. Foi mudado várias vezes de lado mas não se encontrou. Pena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*