Zagueiro da Ponte não espera clima de revanche do São Paulo

Enfrentar o São Paulo, no estádio Moisés Lucarelli, era tudo que a Ponte Preta queria na semifinal da Copa Sul-Americana do ano passado. No entanto, a diretoria do Tricolor ganhou o confronto fora de campo e conseguiu barrar o Majestoso, que não tem capacidade para 20 mil torcedores, mínimo exigido pela Conmebol para esta fase da competição.

Mas a perda do mando não foi problema, já que a Macaca praticamente garantiu a classificação à final com a vitória por 3 a 1, no Morumbi. Em Mogi Mirim, onde a Ponte levou o segundo jogo, casa cheia e empate por 1 a 1.

Neste domingo, o Tricolor jogará no Majestoso, pela sétima rodada do Paulistão 2014. O zagueiro César, titular da Macaca na campanha da Sul-Americana, que permaneceu na equipe, não espera clima de revanche por parte do São Paulo.

– Não vejo como revanche, mas com certeza existe um clima diferente do que era antes, até porque a semifinal da Sul-Americana é recente. Mas muitos jogadores não estão mais, já é uma outra competição, e é nisso que temos de pensar – disse o camisa 3 pontepretano, ao LANCE!Net.

Para César aquele confronto foi especial, pois garantiu de vez sua titularidade na equipe.

– Aquele jogo foi importante para todos que estavam na Ponte Preta. Foi um confronto direto contra um grande clube, onde quem passasse representaria o Brasil na final, e conseguimos. Ali acho que consegui fazer boas partidas, tinha acabado de ser titular na fase anterior, e me firmei. Tenho conseguido manter um bom nível, sempre com a ajuda de todos, e isso me dá confiança para seguir no time – concluiu.

Além de César, a equipe de Campinas tem outros três remanescentes do duelo da Sul-Americana: Roberto, Diego Sacoman e Fernando Bob. Ponte Preta e São Paulo se reencontram logo mais, às 17h, no Moisés Lucarelli, pela sétima rodada do Paulistão.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*