Wallyson surpreende com assistências e prevê parceria com Luis Fabiano

Pouco se esperava de Wallyson neste primeiro semestre de 2013. Último contratado do São Paulo para a temporada, o atacante chegou machucado, sem jogar desde agosto do ano passado, e sem badalação. Agora, recuperado, trouxe ao time de Ney Franco boas surpresas. Titular nos últimos quatro jogos, deu três assistências, mas não deve jogar o Majestoso, domingo. Mesmo assim, já coloca dúvidas na cabeça do treinador.

Das três assistências, duas foram para Luis Fabiano. Na quarta-feira, Wallyson deixou Luis Fabiano mais uma vez na cara do gol, e livre para marcar mais um. Para o camisa 29, que começa a dar os primeiros passos no clube, tudo fruto de conversa e entrosamento.

– Luis Fabiano é um cara que nasceu para fazer gol. A gente vem conversando muito, eu, ele, Aloísio e Osvaldo, também, para saber como ele gosta de receber a bola. Vem dando certo e espero que essa dupla dê muitas alegrias para o São Paulo – disse Wallyson, após a vitória por 2 a 0 sobre o Paulista.

Ney Franco começou o ano usando a formação campeã da Sul-Americana do ano passado. No 4-3-3, com Jadson à frente dos volantes e dois pontas abertos nas laterais de Luis Fabiano, o São Paulo não engrenou. Parte do fracasso se deu pela dificuldade em encontrar o ponta direita. Primeiro Jadson, depois Douglas e Aloísio. O esquema não fechou com nenhum deles. Mais tarde, tentou o 4-4-2 e até o 3-5-2, também sem sucesso.

Hoje, Wallyson, recuperado da cirurgia no tornozelo esquerdo que lhe encerrou a temporada de 2012 ainda em agosto, virou opção para a ponta. Com isso, novas chances foram dadas ao 4-3-3 quando Jadson e Ganso são poupados – a equipe titular tem atuado apenas com um ponta, além dos dois meias. O novo assistente da equipe comemora o bom retorno aos campos, e ressalta a importância de não sentir mais dores decorrentes da cirurgia.

– Fisicamente estou me sentindo muito bem, acho que com mais dois jogos volto mesmo a aguentar 90 minutos. Então tenho de descansar o máximo, recuperar. Não sinto mais dor nenhuma, e isso é importante porque estava jogando com dor e não me perturba mais. Espero melhorar – afirmou Wallyson.

Mesmo tento atuado em apenas cinco jogos desde que chegou ao São Paulo, Wallyson já é o quarto maior assistente do elenco nesta temporada. Osvaldo e Jadson lideram o ranking, com seis passes para gol cada um. Carleto, que também se destacou nos últimos jogos, na vaga antes ocupada por Cortez na lateral esquerda, tem quatro.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*