Vontade em vez de “vergonha” anima Muricy em segundo clássico

O empate sem gol com o Santos foi, em certa medida, comemorado por Muricy Ramalho, na noite deste domingo. Manteve o jejum do São Paulo em clássicos, contudo mostrou ao treinador um time mais aguerrido e uma atuação – em sua opinião – menos vergonhosa do que no último encontro com outro grande paulista, na derrota por 2 a 0 para o Palmeiras.

“Naquele, a gente não jogou bem. O Palmeiras dominou a gente, quis mais do que a gente. Conversei (com os jogadores) na preleção que os times grandes estão muito parecidos, e que o que pode fazer a diferença é querer mais do que o outro. Naquele dia, a gente não quis mais do que o Palmeiras. Hoje, pelo menos equilibramos isso. Nosso time todo quis”, comparou.

O revés para o Palmeiras, em 2 de fevereiro, foi considerado na ocasião o primeiro grande teste da temporada, que até então contabilizava uma única derrota, para o Bragantino. Menos de um mês depois, o segundo grande embate deixou o técnico animado por ver seus jogadores, apesar de não terem conseguindo a vitória, darem trabalho ao goleiro santista.

Djalma Vassão/Gazeta Press

À beira do campo, Muricy Ramalho viu o São Paulo mais aguerrido no clássico contra o Santos

“Nosso time todo se entregou. Acho que evoluímos, porque naquele jogo contra o Palmeiras, demos um chute a gol, uma vergonha. Hoje (domingo), fizemos o Aranha trabalhar, ele pegou bola difícil, teve bola passando na frente da área. Só daí você vê se melhorou ou não”, analisou.

 

A animação de Muricy, porém, não muda o fato de que sua equipe perdeu um jogo e empatou outros três nas últimas quatro rodadas do Campeonato Paulista. Além disso, o São Paulo chegou ao 12º clássico seguido sem vencer. O último triunfo contra um grande foi em dezembro de 2012, sobre o Corinthians, pelo Brasileiro.

“É claro que é importante vencer clássico. Mas tudo pode acontecer. Quem sabe a gente não se classifica e, no mata-mata, ganha na hora que tem que ganhar?”, questionou o treinador, com outra ótica também sobre a seca na competição estadual. “Estamos há três jogos sem perder. Vamos falar pelo lado positivo um pouco também”.

Em busca da manutenção da invencibilidade ou do primeiro triunfo fora de casa, o São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira, quando visita o XV de Piracicaba. Com o empate deste domingo, o time diminuiu para três pontos a distância para o Penapolense, primeiro colocado do grupo A.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*