Volante são-paulino ignora risco e quer primeiro lugar do grupo

Cinco pontos separam o segundo colocado São Paulo do líder Atlético-MG, mas há quem no clube paulista acredite ser possível ultrapassar o concorrente brasileiro, restando três jogos na fase de grupos da Libertadores. Um deles é Rodrigo Caio, que não considera complicada a situação da equipe na chave.

“Eles estão fazendo uma bela campanha, mas o pensamento é sempre de passar em primeiro lugar. Temos condições para isso. Pode ter certeza de que nosso propósito, e vamos trabalhar para isto, é passar em primeiro. A gente vai procurar ganhar dentro e fora de casa”, opinou o volante, ignorando o risco de desclassificação precoce na competição.

“Não é um momento tão difícil. O empate em casa (com o Arsenal) foi inesperado, porque a gente tinha condições de sair com a vitória. Tivemos oportunidades, as bolas bateram na trave. Acontece. Mas se ganhar na Argentina, a gente passa por cima disso”, acrescentou o jogador, que foi bem contra o Palmeiras e pode ser titular também na quinta-feira, em novo duelo contra os argentinos.

Neste momento, o principal perseguidor é o The Strongest, terceiro colocado com um ponto a menos. Mas mesmo o Arsenal, lanterna do grupo com só um ponto ganho, pode igualar a pontuação são-paulina em caso de vitória. É por isso que ninguém cogita retornar da Argentina com menos de três pontos.

“O São Paulo sempre entra para vencer. Temos que ir lá para vencer. Temos que batalhar, lutar, porque temos plenas condições de sair de lá com a vitória”, falou, confiante.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*