Veja o que pode acontecer no São Paulo na última semana do ano

Depois de garantir as contratações do volante Jucilei, que atuou pelo Tricolor por empréstimo em 2017, e do goleiro Jean, do Bahia, a diretoria do São Paulo segue trabalhando em silêncio para reforçar a equipe para o próximo ano.

O técnico Dorival Júnior já teve reuniões com Raí, diretor executivo, e os dois traçaram planos sobre a montagem do elenco.

Veja abaixo como estão as negociações:

Gustavo Scarpa
O meia é uma das prioridades no Morumbi, mas a negociação é complicada. A primeira proposta, de R$ 11 milhões e mais a cessão de três atletas por empréstimo, foi recusada pelo Fluminense. Na semana passada, Raí teve uma nova reunião com Marcelo Teixeira, um dos dirigentes do time carioca, mas nenhuma nova oferta foi feita.

A chegada de Scarpa seria uma maneira de o Tricolor se preparar para possíveis baixas no meio do ano. Isso porque Hernanes só tem vínculo até o dia 30 de junho e Cueva, um dos mais valorizados do elenco, pode ser negociado, já que vai disputar a Copa do Mundo pela seleção peruana.

Gustavo Scarpa é alvo do São Paulo para o meio-campo (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

Gustavo Scarpa é alvo do São Paulo para o meio-campo (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

Diego Souza
O meia-atacante do Sport também agrada bastante ao técnico Dorival Júnior porque pode jogar em mais de uma posição. Além do meio de campo, ele tem condições de atuar como “falso 9” e ser o substituto de Lucas Pratto em caso de necessidade.

Com o jogador de 32 anos, já está tudo certo: o acordo salarial foi costurado. Falta agora bater o martelo com o Sport. A ideia do São Paulo é usar uma dívida que o clube pernambucano tem por causa da contratação do atacante Rogério para buscar uma composição financeira.

Diego Souza já tem acerto salarial com o São Paulo (Foto: JALES VALQUER/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO)

Diego Souza já tem acerto salarial com o São Paulo (Foto: JALES VALQUER/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO)

Gabigol
O atacante não ficará no Benfica e tem grande possibilidade de atuar no futebol brasileiro. O São Paulo já mostrou interesse, assim como Santos e Flamengo. Um dos trunfos para que o negócio dê certo é o técnico Dorival Júnior, com quem o atacante viveu grande fase na Vila Belmiro. Para que tudo dê certo, é preciso que a Internazionale de Milão, dona dos direitos, aceite pagar uma parte dos salários.

Gabigol está de saída do Benfica (Foto: Reprodução/Twitter)

Gabigol está de saída do Benfica (Foto: Reprodução/Twitter)

Victor Ferraz
A lateral direita é a posição mais carente do elenco. Isso porque os titulares Buffarini e Bruno não agradaram, e Dorival terminou a temporada improvisando Militão na posição. Só que a ideia do técnico é usar o garoto criado na base como zagueiro, sua posição de origem. Com isso, a diretoria está no mercado atrás de possíveis opções.

Victor Ferraz é o principal alvo do São Paulo para a lateral-direita (Foto: Ivan Storti/Divulgação SFC)

Victor Ferraz é o principal alvo do São Paulo para a lateral-direita (Foto: Ivan Storti/Divulgação SFC)

Hudson
Com contrato até dezembro de 2019, o meio-campista deverá se reapresentar no Tricolor no dia 3 de janeiro. Isso porque o Cruzeiro desistiu de comprar os direitos dele por não chegar a um acordo com a diretoria são-paulina.

O jogador, porém, ainda pode ser envolvido em alguma negociação. O Santos já procurou o empresário Luciano Couto para sondar a situação. Como o São Paulo quer Victor Ferraz, uma troca não está descartada pelas partes.

Hudson não vai permanecer no Cruzeiro (Foto: Agênica I7/Mineirão)

Hudson não vai permanecer no Cruzeiro (Foto: Agênica I7/Mineirão)

Ele é o principal atacante e um dos líderes do elenco tricolor. Mas é alvo do River Plate, clube que quer repatriá-lo para substituir Lucas Alario, negociado com o Bayer Leverkusen. O técnico Marcelo Gallardo acredita que, além de resolver os problemas de sua equipe, o camisa 9 ficaria mais perto de voltar a ser convocado pelo técnico da seleção, Jorge Sampaoli. Pratto ainda sonha em disputar a Copa na Rússia.

Em fevereiro, o São Paulo pagou € 6,2 milhões (R$ 20,7 milhões) para tirá-lo do Atlético-MG. O clube adquiriu 50% dos direitos federativos do jogador na ocasião e, agora no início de 2018, pagará € 1,5 milhão (R$ 5,9 milhões) por mais 15%.

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Veja o que pode acontecer no São Paulo na última semana do ano

  1. Ouço muitos comentários, mas contratar que é bom nada o SP não contrata! Acaba sempre perdendo para os rivais jogadores bons que poderiam ter sido contratados!
    Mas o que mais me assusta é o SP se conformar com a dupla de zaga que tem!
    Essa zaga já provou que é fraca e uma das piores em comparação com os zagueiros dos times rivais!
    Não adianta contratar todos esses jogadores que vêm sendo divulgados pela imprensa e ter uma zaga medíocre como a que temos no SP!
    Infelizmente não vejo Luz no fundo do poço e o que podemos esperar é mais um ano onde iremos sofrer nas mãos dos nossos rivais!
    É muito triste!

  2. Puro palpite, sem embasamento em nenhuma fonte.

    Gustavo Scarpa: Vai pra travecada, vão investir o dinheiro do Jô nele.

    Diego Souza: Vem pro São Paulo, e não vai ser barato, é a última chance de um grande contrato, ano q vem terá 33 anos, se não vender agora no meio do ano assina um pré contrato e o Sport vai perder de graça, só querem valorizar, mas estão louquinhos para vender por uma boa grana. E o Leco está louquinho para vender o Pratto, Diego Souza seria o substituto.

    Gabigol: Volta pro Santos por empréstimo

    Victor Ferraz: Vem pro São Paulo, troca por Hudson ou mesmo uma compra.

    Hudson: Não fica, seja para Santos, Grêmio ou Atlético MG, ele vai sair.

  3. Sinceramente se tudo acontecer acredito que teremos um bom time pro ano que vem… e se a diretoria não fizer a mesma sacanagem que fez com o Rogerio nesse ano, vendendo todo o time, poderemos ter um bom ano.

Deixe uma resposta para Eduardo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*