Urgência por centroavante faz São Paulo reduzir ‘nota de corte’

Os “mais ou menos” já são procurados. O São Paulo priorizava a busca por um centroavante de alto nível para competir e ser reserva de Luis Fabiano, mas reduziu a exigência e procura no mercado uma alternativa menos expressiva para acrescentar ao elenco. A necessidade justifica a urgência. Luis Fabiano jogará neste domingo sua quinta partida seguida enquanto a comissão técnica torce para que o camisa 9 não sofra nenhuma lesão.

Desde que retornou ao São Paulo, Luis Fabiano atuou em cerca de 50% das partidas que o time disputou. Os desfalques, por problemas físicos ou suspensões, fizeram com que entre 2012 e 2013 os reservas do camisa 9 assumissem papel importante na equipe. Primeiro foi Willian José, que participou da conquista da Copa Sul-Americana sobre o Tigre (ARG), no Morumbi. No ano passado, Aloísio, o Boi Bandido, tornou-se um dos preferidos da torcida e terminou o ano com 22 gols, mesmo número de Luis Fabiano.

Anteriormente, o técnico Muricy Ramalho afirmou que não aceitaria a contratação de jogadores “mais ou menos” e trabalhava apenas com nomes de ponta. Agora, ele admite que a carência é tão urgente que justifica um patamar mais baixo. O perfil de jogar que o São Paulo quer é de um centroavante com certa experiência, que não seja jovem. A diretoria não quer investir alto e procura oportunidades de mercado.

“Também pode ser (mais ou menos), mas que seja bom. A gente também não quer um grande nome porque a parte econômica está difícil. Mas está difícil, a gente olha todas as divisões. Todas. Mas está complicado. A gente quer um jogador que não seja uma aposta, mas um bom jogador. A gente não olha um grande jogador, a gente olha um bom jogador, mas só o bom jogador já está difícil”, lamentou Muricy Ramalho, nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda.

Para a diretoria são-paulina, a busca por centroavante se tornou um objetivo de diversos times. Segundo dirigentes, até o Fluminense, que tem no elenco o titular da seleção brasileira – Fred – busca outro centroavante e não consegue encontrar.

Enquanto não tem um reserva, Muricy trabalha e elogia Luis Fabiano. O treinador tem afirmado que a postura do atacante em 2014 é diferente e melhor do que no fim do ano passado. Nesta sexta-feira o técnico citou que o camisa 9 teve conduta exemplar durante a pré-temporada e agora demonstra em campo uma melhora de desempenho.

“A gente percebe que o Luis, no momento da carreira que ele está, precisa de companhia, de quem jogue pelas pontas. Luis treinou todos os períodos na pré-temporada, não pediu para sair em nenhum dia, não reclamou nenhum dia. E isso é importante demais. Ele está se sentindo bem, o jogador também quer”, afirmou o técnico, antes de repetir os elogios feitos depois da partida contra o Rio Claro, quarta-feira, no Morumbi, quando o atacante marcou três dos seis gols feitos pelo time. Segundo Muricy, o empenho até na parte defensiva, fora da área, e a postura menos agressiva em campo, sem discussões, são sinais da evolução do jogador.

Neste domingo Luis Fabiano vai para sua quinta partida seguida como titular em 2014. A quinta, também, do São Paulo. O camisa 9 está escalado para o clássico contra o Palmeiras, domingo, no Pacaembu, pela primeira fase do Paulistão. O time do São Paulo deverá ser formado por Rogério Ceni, Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Wellington e Maicon; Ademilson, Ganso (Jadson) e Osvaldo; Luis Fabiano.

Fonte: Uol

2 comentários em “Urgência por centroavante faz São Paulo reduzir ‘nota de corte’

  1. No campeão sulamericano 2014 tem um tal de el tanque,
    uruguaio, não e muito tecnico, mas faz cara feia e
    busca o resultado,
    se vier no primeiro jogo vira idolo, tal seu empenho
    no jogo em busca da vitoria.

  2. De fato, não precisa ser nenhum craque para fazer o que o LF tem feito no SP.
    Agora, se estão procurando um “velhinho” experiente, que tal procurar o Romário e ver se ele quer “ressuscitar” para o futebol. Parado e de terno, que ele agora é chique, ele vai produzir bem mais do que se produz hoje no time.
    Por que não serve um bom jogador jovem?
    “Eu só queria entender” . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.