Tricolores exaltam torcida e projetam recordes em ‘Morumbi sempre cheio’

A presença de 50.403 torcedores na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, que valeu a classificação para as oitavas de final da Libertadores, empolgou o São Paulo. Para o técnico Ney Franco, a partir de agora, o Morumbi estará abarrotado para ver o Tricolor nos duelos decisivos do torneio sul-americano e também do Campeonato Paulista.

– Agora é mata-mata nas duas competições, vamos encher o Morumbi até no Paulista. A torcida sabe que o trabalho é esse, e existe a possibilidade de um encontro com Corinthians, Palmeiras e Santos. A partir desse momento vamos ter o Morumbi sempre cheio para quebrar os recordes do Brasileiro – afirmou.

O clima entre tricolores e jogadores não era dos melhores até terça-feira. Os torcedores vinham cobrando mais raça da equipe e tratando como obrigação a classificação para a próxima fase da Libertadores. A expectativa, aliás, era de que eles protestassem no CT da Barra Funda caso o time fosse eliminado, como aconteceu no início do mês.

– A torcida é dependente do que os jogadores fazem em campo. Jogamos melhor e perdemos para o Corinthians, fica marcado o resultado. Estávamos precisando de uma vitória como essa. A partir desse momento, vai criando um clima legal, uma bola de neve, com a possibilidade de terminar o semestre lutando por títulos – ressaltou o treinador.

O goleiro Rogério Ceni agradeceu à presença da torcida. O Tricolor quebrou seu recorde de público na temporada. Até a partida, a melhor marca havia sido na fase prévia da Libertadores, diante do Bolívar, quando 41.838 pessoas compareceram.

– Há tempos não via o São Paulo jogar com tanta garra e dedicação. Pelo que fizemos, merecemos a classificação. Tivemos alma e coração. As 50 mil vozes foram um combustível para chegar à classificação. Posso garantir que a grande diferença foi a presença do público. Vi jogadores filmando o torcedor na entrada do ônibus. Isso mostra quanto benefício ele traz. Agradecemos muito ao torcedor. Ele fez a diferença – disse o capitão.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*