Titular, Roger Carvalho se apressa para garantir renovação com Tricolor

roger_carvalho_1

Roger Carvalho terá neste sábado, contra a Portuguesa, às 21h, no Morumbi, a primeira chance de mostrar para a diretoria do São Paulo  que merece renovar contrato. Sem jogar desde 8 de maio do ano passado, o zagueiro estreará neste fim de semana pressionado a ter um bom rendimento para continuar no clube até, pelo menos, o fim de 2014.

O defensor chegou ao clube em setembro do ano passado para se recuperar de uma cirurgia na coxa direita, realizada quando ainda atuava pelo Bologna, da Itália. Ele vai entrar no lugar de Rodrigo Caio, suspenso pelo terceiro cartão amarelo recebido contra a Ponte Preta.

– Meu contrato vai até o fim do Paulista (15 de abril) e possui outras cláusulas que podem ativar ou não (prorrogação do vínculo). Jogador de futebol não pode temer. Tenho um contrato a cumprir e vou dar o máximo. Depois, o clube e meu empresário vão decidir o que é melhor – afirmou.

Roger sempre esteve na mira do São Paulo, mas a negociação nunca se concretizou. Ele se destacou em 2011 atuando pelo Figueirense e chamou a atenção do Tricolor. No entanto, acabou negociado com o Genova, também da Itália. No ano passado, chegou a negociar com o Flamengo, mas o longo período de recuperação que precisava acabou cancelando o acordo.

O zagueiro, aliás, é uma tentativa de Muricy acabar com os problemas defensivos do São Paulo neste início de temporada. O time vem errando seguidamente no setor. Rodrigo Caio e Antônio Carlos foram os titulares até o momento. As outras opções do grupo são Paulo Miranda e Edson Silva.

– Meu desejo é continuar por muito tempo aqui. Além de me receber de maneira formidável, os profissionais são de alto nível e um clube grande como esse conquista qualquer jogador.

Time definido

Com Rodrigo Caio e Alvaro Pereira estão suspensos, o treinador confirmou o time que enfrentará a Lusa neste final de semana: Rogério Ceni; Luis Ricardo, Roger Carvalho, Antônio Carlos e Reinaldo; Wellington, Souza e Ganso; Ademilson, Luis Fabiano e Pabón.

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Titular, Roger Carvalho se apressa para garantir renovação com Tricolor

  1. Imagino que o técnico está procurando colocar o que há de melhor em campo, diante dos treinos que presencia. Mas, cá entre nós, Wellington e Ademilson, está ficando difícil de engolir. O volante ainda teve um período na carreira em que chegou a agradar, mas o menino atacante, nunca conseguiu produzir nada, é muito ruim, eu arriscaria o sub 17 Ewerton.
    Já que um tal Hernane que começou sua carreira nas categorias de base do Atibaia de São Paulo. Depois se mudou para as categorias de base do São Paulo. Em 2007, foi promovido ao time profissional do São Paulo, mas não chegou a jogar. Sem chances no time profissional, foi emprestado pelo São Paulo ao Rio Preto e hoje está no Flamengo, passou e não agradou a exigente comissão técnica, que mantem o tal Ademilson e a pouco dispensou também um tal de Wallyson que vem fazendo gols pelo Botafogo do Rio. O empresário desse Ademilson realmente deve jogar muito, não é Muricy?

    • Sem contar os meninos que são dispensados na base e depois brilham em outros clubes.
      É difícil entender o que se passa no São Paulo: com ou sem o Murici. . .

      • Na época da contratação do Wallyson eu fiquei muito feliz, lembro como jogou demais pelo Cruzeiro. Mas no SP ele mal entrou em campo e já foi no pacote de dispensa… fazer o que?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*