Técnico espera que Willian José “coloque fogo” no San-São

O terceiro cartão amarelo recebido por Luis Fabiano em três rodadas do CampeonatoBrasileiro significa mais uma chance para Willian José, seu substituto quando o camisa 9 está machucado ou suspenso. E a esperança de Emerson Leão é ver neste domingo, contra o Santos, o centroavante reserva com desempenho melhor do que nos poucos minutos em que atuou na derrota para o Inter por 1 a 0, na quarta-feira.

“Espero muito do Willian. Ele teve pouco tempo contra o Inter e fez fumaça. Espero que neste jogo a fumaça se transforme em fogo”, comentou o treinador, em defesa do jogador. “O Willian não deu uma caída. É que a sequência de jogos e a confiança que estava adquirindo foi substituída por esperar uma oportunidade novamente. Não é igual a ter a certeza de dez jogos na equipe.”

Tímido em suas entrevistas, o camisa 19, que marcou gol no último encontro contra o Santos, balançando as redes na derrota por 3 a 1 também em chance recebida após gancho de Luis Fabiano, concorda com o chefe e se mostra animado para, em mais um clássico, superar o tempo fora deixando sua marca.

“A sequência que tive no começo do ano foi importante para mostrar meu futebol. Estava há cinco jogos sem entrar, esperando a oportunidade, e agora quero corresponder. Jogar um clássico, ainda mais contra o Santos, é sempre uma boa oportunidade. Espero fazer um bom jogo e ajudar a equipe a buscar a vitória”, disse Willian José, que, devido aos desfalques dos dois times, será ojogador com mais gols no ano em campo.

O reserva do Tricolor soma 11 gols, assim como Alan Kardec, mas com média que supera a do comandado por Muricy Ramalho – atuou em 18 jogos, com média de 0,61 gol por partida, enquanto Kardec atuou em 31 compromissos do clube em 2012, atingindo média de 0,35 gol por jogo. “São números que ajudam, né? Ser artilheiro é sempre bom”, comemorou Willian José.

 

Irritado com tantos cartões de Luis Fabiano, Leão tem a expectativa de que as estatísticas de seu suplente subam, até como pressão ao titular. Desta forma, Willian José também mantém o bom nome que deixou no mercado com seu desempenho no Campeonato Paulista.

“Ele colaborou muito com o Luis Fabiano. Quando o Luis Fabiano entrou, olhava para baixo e via um garoto com gols. Isso acelerou o processo de rede dele. E o São Paulo ganhou dois artilheiros. Todos que falam que precisam de um centroavante telefonam para o São Paulo pedindo o Willian”, contou o técnico.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*