STJD pune Portuguesa e mantém Fluminense na Série A

A Portuguesa não conseguiu evitar a perda de quatro pontos pela escalação irregular do meia Heverton no empate por 0 a 0 com o Grêmio, na última rodada do Campeonato Brasileiro. Com a perda de pontos confirmada em julgamento realizado nesta segunda-feira, a equipe paulista é rebaixada para a Série B no lugar do Fluminense. O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) optou por obedecer o regulamento da competição.

Esta foi apenas a primeira batalha judicial do caso. A Portuguesa irá recorrer da decisão ao Pleno do STJD, e a definição dos rebaixados pode acontecer apenas em 2014. O relator Felipe Bevilacqua pediu a perda de quatro pontos e multa de R$ 1 mil e foi acompanhado por três auditores,  que – sem se justificar muito – votaram de acordo. Assim como o presidente da 1ª Comissão Disciplinar do STJD, Paulo Valed Perry.

“Os clubes devem se reunir para ver se essa sugestão de suspensão aplicada na sexta só passar a valer no primeiro dia útil seguinte. Na minha modesta opinião, não é. Já ouvi falar que o Corinthians cai nesse caso, que o Botafogo sai do G-4. Estamos falando de dois times grandes. Imaginem os senhores: estaremos reunidos aqui toda semana para avaliar isso. Não tem o menor cabimento”, disse o relator Felipe Bevilacqua.

O relator criticou os argumentos sobre prazos da Portuguesa e citou outros casos de erros e punições para pedir a perda de pontos. “Usar a Fifa não adianta. A entidade já puniu, por exemplo, Cabo Verde na Eliminatória da Copa-2014 por escalação irregular”, alegou. “Parece claro que houve um descuido da Portuguesa”, completou Perry.

A Portuguesa foi penalizada com perda de quatro pontos: três de punição e os pontos conquistados na partida de escalação irregular (no caso, um). A decisão resultou em mudança na tabela e levou a Lusa para a 17ª posição, com 44 pontos – dois a menos do que o Fluminense, que sobe para o 16º lugar e se livra do rebaixamento. O Tricolor chegou a participar do julgamento como terceira parte interessada no processo.

O advogado do Fluminense, Mário Bittencourt, teve até direito a palavra no julgamento. “O que está se tentando fazer nessa semana é um achincalhe à história do Fluminense. O mundo sabe que um atleta suspenso na sexta não pode jogar no sábado ou no domingo. O mundo sabe!”, argumentou.

A Portuguesa foi defendida pelo advogado João Zanforlin, que trabalha para o Corinthians em outro caso. Ele tentou apelar para o emocional dos auditores e pela manutenção dos resultados aferidos dentro de campo, mas não obteve sucesso. “Recebi manifestações do Brasil inteiro, jamais poderia imaginar que a Portuguesa fosse tão querida. Ou as pessoas que se manifestaram não gostam da mudança do resultado obtido no campo de jogo”, falou. “Se condenarmos a Portuguesa por isso [escalação irregular], vamos instituir a mutreta, a fraude no futebol brasileiro”, defendeu.

O Flamengo ainda será julgado pela escalação do lateral esquerdo André Santos de forma irregular no empate por 1 a 1 com o Cruzeiro. Caso seja condenado com a perda de pontos, o Rubro-Negro também será ultrapassado pelo Fluminense, mas se salvará justamente por conta da punição à Portuguesa.

O clima foi de muita agitação no STJD desde cedo. Cerca de três horas antes do julgamento, a Polícia Militar já se fazia presente no local para evitar protestos violentos de torcedores. Houve confusão na entrada de jornalistas na sala do julgamento. Torcedores de Fluminense e Portuguesa, e alguns flamenguistas, permaneceram na porta do prédio do STJD, no centro do Rio de Janeiro, e trocaram ofensas e provocações, mas sem incidentes violentos.

 

Fonte: Uol

4 comentários em “STJD pune Portuguesa e mantém Fluminense na Série A

  1. Poderia ser o SPFC no lugar da Portuguesa, como já foi no caso Sandro Hiroshi e deram os pontos do SPFC ao Botafogo.

    Se os clubes não tomarem uma posição, será impossível reverter este quadro absurdo provocado pelo STJD sempre em benefício dos cariocas.

    Já viram Cruzeiro, Grêmio, Palmeiras serem beneficiados ou pelo menos ter o mesmo julgamento dos times cariocas?

    Ficar de braços cruzados é concordar com esta merd*.

  2. Vou repensar e muito se vale ate quanto ficar perdendo
    tempo com essas situacoes de armacoes do mundo do futebol.
    Na politica ja parei ha tempos,
    no futebol ainda reluto, pois amo principalmente meu SAOPAULO.
    Nao suporto mais, tamanhas sacanagens,
    nem no meu time de coracao, e nem os desmandos
    inconcebiveis que se orquestram pora ai.
    O futebol tambem tornou-se uma vergonha nacional,
    com esses cariocas deitando e rolando.
    VERGONHOSO, ASQUEROSO, HUMILHANTE, NOJENTO, MAFIOSO
    E CARIOQUERO.

  3. Esse e o nosso Brazil.
    Por isso Sadan Hussein, implorava pra ser julgado no Brazil.
    ???? O que temos de serio aqui ?????
    Apenas nos pobres coitados.
    Ate o futebol esta ou perdeu a graca.
    E viva a cariocagem da vida, os sveiter, os shimith e os aproveitadores de planta.
    SOMOS APENAS POBRES OTARIOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*