Souza agradece elogios de Muricy, mas diz que não evitaria fracasso do SP

O volante Souza foi contrato por empréstimo pelo São Paulo no início deste ano e encantou rapidamente diretoria e comissão técnica. Virou titular assim logo após ser regularizado, e só saiu do time por lesão: uma entorse no joelho direito o tirou das quartas de final do Paulistão contra o Penapolense. Substituído por Wellington, ele viu de longe a equipe ser eliminado. Apesar dos recorrentes elogios do técnico Muricy Ramalho, Souza afirma que não evitaria a derrota.

“Eu agradeço os elogios do Muricy, mas sinceramente acho que não faria tanta diferença se eu estivesse jogando. Ajudaria em um ponto ou outro, mas não faria tanta diferença. Quem entrou não fez tanta diferença também, não acho que sou melhor do que quem estava jogando. Infelizmente recai um pouco sobre o substituto do Souza, mas a equipe não foi bem e não venceu. Agradeço os comentários, mas acho que não é o ponto prioncipal”, afirmou o volante, em entrevista coletiva no CT da Barra Funda, nesta terça-feira.
Assim como Osvaldo, Souza também disse que a ideia do elenco era dedicar o título do Paulistão ao presidente Juvenal Juvêncio, cujo mandato se encerra no próximo dia 16, três dias após a final do estadual.
“É legal ressaltar que a gente até poderia dar um título para o Juvenal. Hoje ele se encontra num momento difícil de saúde, seria legal ele se despedir com um título, com alegria, até em relação à saúde dele seria legal”, afirmou o jogador. O presidente se recupera do tratamento para um câncer de próstata.
“Eu ainda não tive tanto contato com Juvenal, por tudo que ele tem passado na sua saúde, mas acho que é uma conversa entre nós jogadores. Se ouve muito  na imprensa falar, que o fim do Juvenal é triste, hoje ele passa por isso ou por aquilo. Então é bom que ele termine o mandato legal. Para que ele possa sair e deixar um legado no São Paulo bem tranquilo. Não teve conversa, partiu de cada jogador tentar dar esse título para ele”, acrescentou.
Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*