Sem reforços no ataque, SP sobe dupla da base, que treina pela 1ª vez

Depois de vetar a saída de Silvinho do clube, por falta de atacantes, a diretoria do São Paulo reconsiderou a situação e percebeu que poderia suprir parte da carência por opções ofensivas com as alternativas das categorias de base. Após liberar a saída de Silvinho para a Ponte Preta, na última quinta-feira, o São Paulo fez nesta segunda-feira o primeiro tempo com os dois reforços ofensivos, destaques do time na campanha que parou nas quartas de final da Copa São Paulo: Gabriel Boschilia e Ewandro, ambos de 17 anos, foram integrados ao elenco profissional e trabalham pela primeira vez ao lado dos novos companheiros.

Nesta segunda-feira Boschilia e Ewandro atuaram na segunda etapa do jogo-treino contra a seleção dos EUA, no CT da Barra Funda, do qual o São Paulo saiu derrotado por 2 a 1 – gol de Jadson. A atividade contou apenas com os jogadores que não atuaram na derrota para o Bragantino, por 2 a 0, na estreia do clube no Paulistão de 2014, no último domingo.

Boschilia e Ewandro serão alternativas para as pontas do ataque, da mesma forma que vinham jogando na equipe sub-20 do São Paulo, sob comando do técnico Menta, na Copinha. A equipe caiu nas quartas de final para o Atlético-MG, quando foi goleada por 5 a 1.

Boschilia é a grande aposta da nova geração são-paulina. Há menos de dois anos o jogador deixou a base do Guarani para se transferir ao clube do Morumbi, em negócio conduzido pelo ex-diretor de futebol Adalberto Baptista. O jogador foi destaque também pela seleção brasileira sub-17, ao trabalhar com o técnico Alexandre Gallo, no Mundial da categoria disputado no fim de 2013.

Ewandro, que é mais ofensivo do que Boschilia, mas atua no mesmo setor, impressionou Muricy Ramalho em jogos-treino do time principal contra o sub-17 durante o fim do ano passado. O jogador é veloz, canhoto e atua na ponta direita. Em uma das atividades realizadas no ano passado, no CT da Barra Funda, o jovem fez o argentino Clemente Rodríguez sofrer.

Apesar da promoção dos jovens após a saída de Silvinho, o São Paulo segue na busca por opções ofensivas no mercado. Após fracassar nas tentativas por Eduardo Vargas, Marcelo Cirino e Marquinhos Gabriel, o clube ainda sonha com Rafael Sóbis em uma possível troca com o Fluminense pelo zagueiro Rhodolfo.

Além da dupla, quem já integra o elenco profissional é o zagueiro Lucas Silva, capitão do time que disputou a Copinha, e também nascido em 1996.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*