Sem “rabo preso”, São Paulo diz que CBF lhe deve R$ 9 milhões por convocações

O São Paulo abriu mais um capítulo de sua rusga com a CBF ao admitir nesta terça-feira que a entidade lhe deve R$ 9 milhões em razão das convocações dos membros ligados ao seu plantel nos últimos dez anos.

“A CBF não vem repassando aos clubes a remuneração do período desses atletas que ela requisita. Hoje a CBF deve 9 milhões para o São Paulo, valor que cada vez aumenta mais”, afirmou o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, ao UOL Esporte.

“A CBF se utiliza dos craques, serve dos craques para auferir lucros. Além de não nos participarem dessa rentabilidade, nem mesmo ressarcidos pelo período de tempo que eles ficam lá”, complementou o dirigente.

O São Paulo tentou cobrar e a CBF protelou, segundo explicou Jesus Lopes. “A CBF sabe. O São Paulo fez reiteradas cobranças, mas tem que se restringir às cobranças administrativas. A CBF acaba protelando, diz que está analisando o caso”.

Quando questionado do porquê de somente o São Paulo ter a noção exata de quando a CBF lhe deve, o vice de futebol disparou. “O São Paulo não tem rabo preso. Pode falar”.

Mas o dirigente são-paulino fez questão de frisar no final do papo com a reportagem. “Gostaria que você colocasse na sua reportagem que o São Paulo é plenamente a favor de que seus jogadores sejam sempre convocados e nunca vai impedir que isso aconteça. Nós nos ressentimos pelos danos que a gente é obrigado a arcar pelo péssimo calendário que é coordenado pela CBF”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*