Sem Militão São Paulo pode perder na bola alta e na marcação

Vendido ao Porto por 7 milhões de euros (R$ 30,3 milhões na cotação atual), Éder Militão ainda poderá defender o São Paulo pelos próximos quatro jogos, graças a um acordo com o clube português. A começar pelo duelo com o Grêmio, previsto para esta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), em Porto Alegre, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na sequência, o Tricolor encara Cruzeiro (29/07), Colón-ARG (02/08) e Vasco (05/08). Como está pendurado com dois cartões amarelos, o jogador poderá desfalcar a equipe em uma das partidas válidas pelo Brasileirão.

Seja como for, após esse período, o técnico Diego Aguirre será obrigado a armar a equipe sem o atleta, que realizará o seu sonho de jogar no futebol europeu. Embora encare as vendas dos jogadores com naturalidade, o treinador uruguaio terá de se conformar com as implicações que a saída de Militão levará ao time.

E elas irão interferir tanto na parte defensiva quanto na ofensiva. Zagueiro e volante nos tempos da base, Militão se notabilizou como lateral direito no profissional. O primeiro a testá-lo na função foi Rogério Ceni, em 2017, mas foi com Dorival Júnior que ele se estabeleceu na posição, já que Bruno e Buffarini vinham mal na temporada.

O antecessor de Diego Aguirre entendeu que Militão levava mais segurança ao setor, graças a seu poder de marcação. Apesar de medir 1,86m, o jogador é veloz e consegue fazer frente aos velocistas adversários. Tanto que é o segundo colocado da equipe em desarmes no Brasileirão, com 33 roubadas de bola, ficando só atrás de Hudson, com 39.

A sua altura, na verdade, nunca foi um problema. Pelo contrário. Além de ajudar na bola área defensiva, Militão usou a cabeça para marcar três de seus quatro gols com a camisa tricolor. O novo reforço do Porto, no entanto, também tem qualidade com os pés. Afinal ele é o segundo melhor do São Paulo no torneio nacional em número de passes certos: são 343, nove a menos que Jucilei.

Pelo time profissional do Tricolor, até o momento, Militão disputou 54 jogos, com 25 vitórias, 14 empates e 15 derrotas. Ele marcou quatro gols pela equipe e ainda distribuiu duas assistências.

Precavido, o São Paulo repatriou o lateral direito Bruno Peres, da Roma, que assinou contrato de empréstimo até o final de 2019. Diferentemente de Militão, o ex-Santos ficou mais conhecido por sua ofensividade, embora garanta ter melhorado defensivamente enquanto atuou na Itália.

Atualmente, Bruno Peres aprimora a forma física após o período de férias no futebol europeu. Régis, que recentemente teve o contrato reativado, é outro que em breve deverá ser opção no setor. Já Araruna, volante de origem, pode jogar improvisado na lateral direita.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

5 comentários em “Sem Militão São Paulo pode perder na bola alta e na marcação

  1. Olá..sabe gosto do Militão.. porém, acho q estão esgrandecendo muito ele..sou torcedor do tricolor há muitos e muitos anos e acho q vendemos jogadores melhores q ele..por isso, $ na gaveta e bola pra frente..se ele estivesse preocupado com o nosso tricolor teria renovado o contrato..então chega de choro e vamos apoiar aos q ficaram e quem entrar no lugar dele.. Raí foi craque de bola e está se mostrando craque de cartola..por isso vamos já Tricolor..

  2. Deveriam ter escutado o Rogério. Ele disse que o Militão sairia cedo. Jogador com perfil Europa…. e mesmo assim não renovaram seu contrato…

    Números não mentem, ele é muito importante pro time.

    Mas confio no Aguirre!!!

  3. Bom jogador defensivamente ,mas no ataque jogador normal ,não vejo ele saindo e o SPFC despencando por causa do mesmo ,galera tem que ser menos viúva , lateral direito que fazer o arroz com feijão já está ótimo pois o nosso meio campo é liso

  4. Militão se mostrou ser um lateral direito muito bom, incrível como em tão curto tempo evoluiu da base ao Profissional, vai fazer muita falta neste Time, tem uma recuperação e marcação incrível, apoia muito bem .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.