Sem Juan e Denilson, São Paulo treina só com 16 atletas de linha

A semana livre que Adilson Batista tem para preparar o São Paulo para o jogo de sábado, contra o Ceará, não está sendo tão bem aproveitada como poderia por causa dos desfalques. Além dos quatro jogadores convocados para a Seleção Brasileira e dos cinco contundidos, o lateral esquerdo Juan e o volante Denilson não participaram da atividade com bola desta quinta, que teve apenas 16 atletas de linha.

Juan, liberado para resolver questões particulares, nem foi ao CCT da Barra Funda. Denilson, que está recuperado de estiramento muscular na coxa esquerda, apenas correu em volta do gramado para aprimorar a parte física. Ele tem condições clínicas, mas pode não enfrentar o Vozão, já que será julgado ainda nesta quinta pelo STJD.

Dagoberto e Carlinhos Paraíba, que participaram normalmente das atividades, estão suspensos e não entrarão em campo. Fernandinho, Cañete, Luis Fabiano, Bruno Uvini e Dener, no departamento médico, também não jogam. Já Rhodolfo, Casemiro, Cícero e Lucas, que disputaram o Superclássico das Américas contra a Argentina, voltarão a treinar com o grupo na sexta e estarão disponíveis.

A escassez de jogadores fez com que Adilson Batista dividisse o grupo em duas equipes com nove jogadores, incluindo os goleiros. Sem distinção entre titulares e reservas, os times se enfrentaram utilizando apenas metade do gramado, em diferentes atividades que visavam aprimorar a troca de passes, a movimentação e as jogadas pelas laterais.

A provável escalação para o duelo no Morumbi é a seguinte: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Denilson (Rodrigo Caio), Casemiro e Cícero; Lucas e Henrique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*