São Paulo vende Cueva para o Krasnodar, da Rússia

O São Paulo acertou na noite desta quinta-feita a venda de Cueva para o Krasnodar, da Rússia. Uma reunião entre a diretoria tricolor e o empresário do meia peruano, Fernando Radaelli, selou o negócio por 8 milhões de euros (cerca de R$ 36 milhões).

O valor será pago de forma parcelada, e o São Paulo poderá ganhar mais 2 milhões de euros, caso Cueva cumpra alguns pontos de bonificação acertados em contrato, como conquista de artilharia ou títulos, por exemplo. O Orlando City, dos Estados Unidos, também estava interessado.

Cueva treina no São Paulo depois da Copa do Mundo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Cueva treina no São Paulo depois da Copa do Mundo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

O Krasnodar subiu recentemente para a elite do futebol russo e, na próxima temporada, disputará a Liga Europa. Observadores da equipe acompanharam os três jogos do Peru na Copa do Mundo – a seleção sul-americana foi eliminada na fase de grupos, e Cueva perdeu um pênalti na estreia, contra a Dinamarca. O contrato é de quatro temporadas.

Cueva deixa o São Paulo com sua pior média de gols desde que foi contratado – o meia está no Tricolor desde 2016. De lá para cá, foram 87 jogos vestindo a camisa tricolor, balançando as redes 20 vezes. Esses gols estão divididos assim nas últimas temporadas:

  • 2016: sete gols em 26 jogos, média de 0,26
  • 2017: dez gols em 43 jogos, média de 0,23
  • 2018: três gols em 18 jogos, média de 0,16

Nos últimos tempos, Cueva teve alguns problemas de indisciplina e foi cobrado no começo deste ano, após faltar em uma reapresentação do time, pelo diretor-executivo Raí.

Direção e comissão técnica até gostariam de poder contar com Cueva para ser uma opção a Nenê, estrela do time, mas a presença do meia no banco de reservas seria um problema. O técnico Diego Aguirre dava a saída dele como certa desde antes da Copa.

Na sexta-feira, Cueva deve se despedir dos companheiros no CT da Barra Funda. No fim de semana, o peruano tem viagem marcada para a Rússia.

Fonte: Globo Esporte

Nota do PP: tchau, chinelinho.

15 comentários em “São Paulo vende Cueva para o Krasnodar, da Rússia

  1. Deixamos de ganhar 12 milhões no começo do ano,mas melhor 8 do que nada, jogador já mostrava não ter mais valor no elenco, infelizmente é isso, agora é trazer um bom jogador.

  2. Se o time da Rússia apresentou garantias dos pagamentos das parcelas, até que foi um grande negócio. Concordo com o comentário do João, abaixo, mas, ainda assim, acho que foi muita sorte aparecer a oportunidade.
    Falei das garantias porque nesse meio esportivo tem muito calote; principalmente se o jogador contratado não corresponder. De qualquer forma, pelo menos o tricolor não terá prejuízo financeiro, e isto é muito bom. Agora vou ficar feliz, mesmo, é quando o dinheiro estiver na conta e for todo o valor informado!!!

  3. Poderia ter vendido melhor outrora, agora não íamos conseguir mais que isso mesmo.

    Cueva, foi uma alegria a sua chegada! E uma alegria ainda maior a sua partida!!!

  4. Fica a lição, Cueva.
    Se tivesse se dedicado, treinado forte, se tivesse disciplina e dedicação em campo, estaria indo para um grande centro.
    Agora está indo para a Rússia, time desconhecido.

    Sera que vai querer treinar no inverno russo?

    Boa notícia para o SP, bons valores.
    Parabéns pela negociação

    • Parabéns pela negociação? O clube perdeu quase 20 milhões de reais, em fevereiro recusou 12 milhões de euros.

      Olha o site spfc.net, eles tiveram acesso a proposta.

  5. Ele parecia um botijão de gás com uma roupinha do SPFC nas fotos da apresentação da Adidas.
    Se não fosse mala e desinteressado como se apresenta, teria grande futuro no SPFC.
    Adeus e até nunca mais.

  6. A aposta de uma boa performance na Copa não se confirmou. Como se diz em linguagem turfística: APOSTAR em CAVALO AZARÃO é jogar dinheiro fora.

  7. Já poderia ter ficado direto na Russia. Nem precisaria ter voltado.
    Jogador com boa técnica, mas sem o espírito de competição, tem pouca chance de se sobressair no competitivo futebol europeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.