São Paulo vence Bragantino e dispara na liderança do Paulista

Sem grandes dificuldades, o São Paulo garantiu neste sábado à noite mais uma rodada na liderança do Paulista Chevrolet. Atuando no Morumbi, o Tricolor venceu o Bragantino por 2 a 0, com gols de Preto (contra) e Luis Fabiano, ainda na primeira etapa.

O Fabuloso, suspenso por quatro jogos pela Conmebol na Copa Libertadores, jogou os 90 minutos, assim como Ganso.

Em meio à busca do técnico Ney Franco por um padrão de jogo para o confronto com o The Strongest (BOL), dia 4, pelo torneio continental, o Tricolor se mantém como líder do Estadual, com 32 pontos e campanha de dez vitórias, dois empates e só uma derrota. O Bragantino, por sua vez, estacionou nos 18 pontos e perdeu boa chance de colar no G8.

Nesta quarta-feira, os dois times voltam a campo pelo Paulista. O São Paulo vai até Jundiaí para enfrentar o Paulista. O Bragantino tenta a recuperação em casa, diante do Ituano.

O JOGO

Com Ganso e Jadson como titulares, o São Paulo começou de forma lenta a partida e o Bragantino tentou se aproveitar, especialmente pelas laterais. Logo aos quatro minutos, Carlinhos desviou de cabeça cobrança de falta feita por Diego Macedo, e a bola passou à esquerda da meta de Rogério Ceni. O camisa 01 ainda trabalharia em um cruzamento venenoso do camisa 2 alvinegro, e depois em chute forte do lateral esquerdo Léo Jaime.

Passados os primeiros 15 minutos, o Massa Bruta não encontrou os mesmos espaços que teve no início do jogo. Wallyson, pela direita, incomodou a defesa dos visitantes, mas o goleiro Rafael Defendi seguia sem praticar uma defesa. O ex-jogador do Cruzeiro chutou de forma perigosa aos 26 minutos, mas o zagueiro Raphael Andrade se jogou na frente da bola para travar o tiro. Aos 30, porém, a tentativa da corte da defesa do Bragantino não funcionou como o desejado.

Luis Fabiano dominou na entrada da área e lançou Wallyson pela direita. O atacante chegou na linha de fundo e cruzou para o meio, buscando Paulo Henrique Ganso. Preto se antecipou para evitar a finalização, porém desviou contra o próprio gol: 1 a 0 para o São Paulo. A partir disto, o Tricolor passou a comandar a partida, e os visitantes já não conseguiam chegar ao gol de Rogério Ceni.

Para tornar a tarefa ainda mais tranquila, o São Paulo encaixou bom contra-ataque aos 43 minutos. Jadson foi marcado a distância por Carlinhos e, em velocidade, lançou Luis Fabiano pelo lado esquerdo. O camisa 9 pegou firme de perna esquerda, para ampliar a vantagem do Tricolor.

No segundo tempo, sem mudanças nas equipes, o jogo começou animado. Carleto aproveitou o vacilo de Raphael Andrade, roubou a bola pela esquerda e cruzou na cabeça do Fabuloso. Ele desviou cruzado e acertou o poste direito do goleiro Rafael Defendi. A resposta veio logo depois: Preto bateu de longa distância e o tiro pegou no travessão são-paulino.

Era apenas de fora da área, porém, que o Massa Bruta conseguia criar algo com perigo. O São Paulo, por sua vez, conseguia envolver melhor a defesa do Braga. Aos dez minutos, Luis Fabiano, Ganso e Carleto fizeram bela triangulação, que terminou no chute do lateral esquerdo, para boa intervenção do camisa 1 visitante.

Diante da boa vantagem, o São Paulo passou a diminuir o ritmo e, ainda assim, conseguiu assustar pelas falhas do trio de zaga do Bragantino, que parecia perdido. Luis Fabiano ainda foi às redes mais uma vez, porém o árbitro assinalou o impedimento do centroavante. Com a parada resolvida, o time do Morumbi passou a segurar a posse de bola no campo de ataque. Satisfeita, a torcida ainda entoou gritos de ‘olé’ nos minutos finais da tranquila vitória do líder isolado do Paulista após 13 jogos disputados.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 0 BRAGANTINO

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 23/3/2013 – 18h30
Árbitro: Rodrigo Guarizo F. do Amaral (SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Giuliano Neri Colisse (SP)

Renda/Público: R$249,180,00/9.254 total
Cartões Amarelos: Carleto, Denilson, Ganso (SPO); Geandro, Rafael Andrade (BRA)
Cartões Vermelhos: –
Gols: Preto, contra, a 30’/1ºT (1-0), Luis Fabiano, a 43’/1ºT (2-0)

SÃO PAULO: Rogério Ceni;Rodrigo Caio,Rafael Toloi, Edson Silva e Carleto; Denilson (Welligton, 35’/2ºT), Maicon, Jadson (Aloísio 30’/2ºT)  e Ganso; Wallyson (Cañete, 14’/2ºT) e Luís Fabiano.
Técnico: Ney Franco

BRAGANTINO: Rafael Defendi; Geandro, Toninho, Rafael Andrade; Diego Macedo, Serginho, Carlinhos (Malaquias, 17’/2ºT), Preto , Léo Jaime; Magno Cruz (Bruno Lotti, 24’/2ºT)  e Lincom (Ramazotti, 32’/2ºT).
Técnico: Mazola Júnior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*