São Paulo vai usar ‘criatividade’ para contratar atacante

O contato feito pelo São Paulo por Ricardo Oliveira não deu resultado e, apesar de estar livre depois de rescindir com o Al-Jazira (EAU), o alto valor salarial foi entrave para que ele voltasse pela terceira vez ao clube do Morumbi.

– O Ricardo (Oliveira) não seria uma opção tão barata assim. Acredito que o nosso presidente já falou sobre isso e até deu a resposta via imprensa – disse Gustavo Oliveira, gerente executivo de futebol, ao LANCE!Net, descartando a chegada do atleta.

Em entrevista ao portal UOL, Juvenal Juvêncio disse que ficou de analisar a possibilidade, mas afirmou que no momento está “pensando em outras coisas”.

Com apenas Luis Fabiano, Osvaldo, Ademilson e o garoto Ewandro como opções ofensivas, a diretoria do São Paulo procura atletas de frente no mercado.

– Estamos analisando e como o Juvenal Juvêncio já disse, precisamos ter criatividade para encontrar boas oportunidades. É claro que estamos cientes de que o setor precisa ser reforçado – confirmou Gustavo.

Na sua primeira entrevista coletiva, na semana passada, o técnico Muricy Ramalho mostrou a preocupação por não ter um substituto para Luis Fabiano e por isso vai tratar a parte física do seu único camisa 9 com cautela. Contra o Bragantino o Fabuloso atuou durante os 90 minutos e para o compromisso desta quarta-feira, contra o Mogi Mirim no Morumbi, está novamente confirmado.

Até o momento dois jogadores chegaram ao clube para a temporada 2014 e ambos laterais. Na direita, Luis Ricardo já atuou e do outro lado o uruguaio Álvaro Pereira será apresentado na próxima quinta-feira em evento no Morumbi.

Fonte: Lance

 

Nota do PP: E quem será o criativo nessa questão: O Juvenal? O Adalberto? O João Paulo de Jesus Lopes? Estamos perdidos.

8 comentários em “São Paulo vai usar ‘criatividade’ para contratar atacante

  1. Afinal, o que o Milton Cruz, tão celebrado por sua capacidade de descobrir talentos, está fazendo no SPaulo?
    Não me conformo como fato do tricolor ter dispensado o Eduardo,volante do Atlético Mineiro na copinha, que, pela forma de jogar e até fisicamente (um pouco) me lembra o Ia Ia Turre: defende bem; apoia pelo meio; arma o time pelas laterais; enfim, um jogador versátil e moderno. Esse cara foi dispensado da base do tricolor e foram mantidos: Adelino, os dois Lucas da zaga, o goleiro, dois ou três volantes que não podem nem amarrar as botinas do Eduardo. Onde o MCruz tem ido observar jogadores que não tem tempo de observar os de casa?
    E agora. Será que não se encontra em qq time de varzea um centroavante que possa jogar como o LF? Por que a dificuldade, então, de contratar algum “grandão” que empurre as bolas pra dentro gol, quando elas sobrarem?…
    O SP está mesmo uma bagunça. . . .

  2. Usar a “CRIATIVIDADE”….
    Meu Deus…
    Ferrou…
    Já dizia um velho sábio, na vida nada se cria, tudo se copia.
    Nossos rivais nos copiaram e hoje possuem estrutura iguais e até melhores do que a que temos. Quem não tinha estádio agora tem de primeiríssimo mundo e nós continuamos com nosso museu maquiado com novas cadeiras.
    Perderemos em breve o CT da Barra Funda que a prefeitura já pegará de volta assim que vencer o contrato de concessão enquanto o Palmeiras e Corinthians continuarão com os seus.

    ACORDA SP!!!!!!!!!!

  3. Não há interesse algum em contratar quem quer que seja, todo esse jogo de cena é para ver se o Muricy consegue engrenar alguma coisa com esse elenco, pelo menos até Abril. Tanto isso é evidente, que ele vem fazendo as mudanças mais “estapafúrdias” como ocorreu no último jogo, o sujeito pirou. Fica claro que não querem dar o braço a torcer, porque sabem que uma ou duas contratações não resolverão o problema, o time tem ausência de bons jogadores em todos os setores, há necessidade de pelo menos meia dúzia. Conseguiram dar um nó que não conseguem desatar. O candidato da situação vem com discurso maluco sobre contratar jogadores de primeira linha na Europa, transformar CT em Universidade, parcerias milionárias, tudo isso para desviar atenção e iludir incautos. Uma vez eleito vai atrás da reforma do estádio e pronto, pelo menos por algum tempo enche os olhos dos iludidos e talvez encontre neste movimento a desculpa para os maus resultados. Talvez em 2015 na segundona, comece uma reestruturação no elenco, deixando-o mais barato, fazendo caixa para 2016 (se voltar para a primeira) então começar a reerguer o futebol. Enquanto isso vão faturar com shows, venda de moleques de Cotia, por aí afora. É como estou enxergando de longe pelo que leio, espero que eu esteja míope.

  4. Atacante livre no mercado, querendo vir para o clube, e esses senhores da diretoria dizem: não.
    Vão dizer SIM para quem?
    Cada vez me dá mais nojo, essa diretoria.
    Como os outros times, sem dinheiro, contratam jogadores, e nós, também sem dinheiro, não conseguimos contratar?
    Política de salários baixos eu sou a favor, porque o que pedem os jogadores hoje é absurdo, mas desse jeito também não dá.

  5. Paulo, já reparou o quanto não faz sentido as notícias do SP no mercado? Não tem grana pra pagar salário pro Ricardo Oliveira, mas querem contratar o Nilmar (que não está jogando NADA no qualificadíssimo futebol árabe).

    Tudo que o São Paulo vai atrás é gente que já disse não um milhão de vezes, ou que já sabe que não dá pra contratar pelos altos salários, ou jogador que já esteve em pauta antes. Essa galera parou no tempo, não estão observando mais nada nesse tempo todo que passou. Não é o mercado que está ruim, é o São Paulo que não observou nada nesses anos todos, não sabe quem existe além das mesmas velharias de Luis Fabiano, Rafael Sóbis, Ricardo Oliveira, Nilmar… só cara velho que ganha uma fortuna e estão em declínio. Onde está o trabalho dos olheiros, da galera que deveria estar observando o que existe por aí e dando opção?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*