São Paulo tem semana decisiva no caso Militão

Quando o clássico contra o Corinthians acabou no último sábado, com vitória do São Paulo por 3 a 1, Militão parou no meio do gramado do Morumbi e chamou alguns companheiros que estavam saindo para o vestiário. Eles retornaram devagar. Dois encostaram no defensor para conversar e, de repente, o papo se transformou em festa. O camisa 13 levou tapas e foi jogado no chão, para levar mais chutes “carinhosos” e só então ser liberado para levantar. Enquanto isso, na arquibancada amarela, um coro de “fica, Militão!” se espalhou.

O técnico Diego Aguirre não viu a cena, mas chamou de “boato” a informação de que o Majestoso teria sido a despedida do jovem de 20 anos do Tricolor. Ele conta com Militão para o restante da temporada e reforça a ideia do departamento de futebol de que é melhor usá-lo até o fim do contrato, que se encerra em 11 de janeiro, do que vendê-lo e liberá-lo agora.

Mas para que esse desejo se concretize, a semana que começa nesta segunda-feira é decisiva. Dirigentes, comissão técnica e até jogadores querem convencer Militão de que será melhor ficar no São Paulo e brigar pelo título do Campeonato Brasileiro, saindo de graça no fim da temporada. Apenas um ponto separa a equipe do líder Flamengo, há otimismo para que a campanha continue em alta e o defensor é apontado como um dos pilares da equipe.

Ao mesmo tempo, seus representantes prometem as últimas cartadas para que a negociação com o Porto seja fechada imediatamente. Seu pai, Valdo Militão, foi quem falou ao jornal português A Bola que o filho daria adeus ao São Paulo já no clássico contra o Corinthians. O empresário Ulisses Jorge nunca escondeu o desejo de negociar o garoto, mas precisa convencer o Porto a pagar um valor fora da realidade para quem pode sair de graça em menos de seis meses.

O São Paulo só começa a conversar sobre essa saída antecipada a partir de 5 milhões de euros (R$ 22 milhões). Ainda assim, dinheiro não é prioridade nesse caso. A diretoria já passou de R$ 100 milhões em vendas na temporada, inclusive ultrapassando as previsões orçamentárias, e ainda pode vender Rodrigo Caio. A necessidade atual é muito mais técnica, voltada para as pretensões do clube no Brasileirão e na Copa Sul-Americana.

Militão é o atleta que mais atuou na temporada, com 32 partidas. Além disso, soma dois gols e duas assistências em 2018. No total pelo profissional do Tricolor, para o qual foi promovido em abril de 2017, são 54 atuações, quatro gols e duas assistências.

 

Fonte: Uol

17 comentários em “São Paulo tem semana decisiva no caso Militão

  1. Um bom jogador, mas esses salarios absurdos que a Europa e Asia oferecem mexe com a cabeça dos jogadores sua familia e dos empresarios que acaba tornando os jogadores em mercenarios, nao jogando tudo que podem infelizmente.
    Mas tinha que arrumar um jeito de pelo menos ficar ate o final do ano, e jogar com vontade pq se nao jogar o que sabe melhor ficar de reserva e jogar em cotia.

  2. Tem que ficar!
    Jogador importante pois não tem reposicao similar no elenco.
    Fisicamente está voando e está jogando no seu melhor nível até hoje.

    Quero o título e não dinheiro…

    • O Bruno Peres está aí!!! E ele faz algo no ataque coisa que o Militão não faz nem contra um time dente de leite. Militão só joga bem no campo defensivo!! Não somos reféns de ninguém, muito menos ingratos…

      Diversos craques já se foram e continuamos o grande SPFC, não vai ser um Militão da vida que vai mudar isso! Já temos reposição, mas não podemos ser bobos, o SPFC tem que fazer valer o seu direito!!! Procuraram o jogador e não o SPFC e isso configura aliciamento. Ou você acha que um minuto depois de falta 6 meses para o fim do contrato o Porto entrou em contato com ele e fecharam em 5 minutos??? Aqui não tem bobo não!!!

      Entendi o seu ponto de vista, mas nunca seremos reféns de ninguém e muito menos de um Militão da vida!!!

  3. Paulo Pontes, poderia verificar se o volante Luan, tem somente mais 1 ano de contrato?

    Depois o cara se destaca, chegam propostas da Europa, e a torcida fica pegando no pé. Se o cara é realmente bom, agora é hora de renovar o contrato.

    • A diretoria já está conversando com ele para renovar. Temos que entender que ele foi chamado às pressas para o profissional. Não dá para renovar um contrato em duas horas. Pelo que apurei, o contrato dele vai até final de 2019.

    • Não sei se é bom não João, entrou e desfigurou o meio campo, deixaram até o Jadson enfiar aquela bola sozinho… tem casos e casos, tem que avaliar bem, primeiro quando formar em Cotia, formar não só atleta, mas caráter, formar um homem e ensinar o que é gratidão!!! Comem, dormem e no fim ainda querem dar um balão a quem lhe serviu comida e abrigo!!!

      • Tb não sei se é bom, é que a diretoria foi de um amadorismo monstro no caso do Militão.

        Sei que ele está sendo ingrato com tudo que o São Paulo lhe proporcionou, só que um bom contrato de renovação assinado antes dele começar no profissional, hoje ele estaria rendendo 30 milhões de euros ao clube, e não essa compensação medíocre.

  4. Segura o jogador até o final do ano. Caso seja liberado agora o dinheiro não será investido em contratação, melhor segurar o jogador, embora o time esteja muito bem, o elenco não tem muitas opções.

  5. Simples, 5 milhoes de Euros pode liberar. Menos que isso fica aqui e cumpre contrato. Se tirar o pé que mandem para Cotia!!! E se sair de graça em Janeiro, o SPFC tem que acionar o Porto na FIFA por aliciamento, pois fecharam antes com o jogador sem procurar o SPFC!

    Até hoje não vi o jogador se pronunciar, o que pegou muito mal com a torcida e mostra assim ser um ingrato, mas pode ter certeza, se daqui 30 ou 40 anos bater na porta do clube pedindo ajuda, eu ou os meus lembrarão o que ele fez no passado e as portas irão se fechar para ele!!!

    • Primeiro, 6 meses antes do fim do contrato o jogador é livre para assinar o que chamam de “pre contrato” com quem quiser.

      Segundo, como que alguém pode pensar em acionar a FIFA reclamando da saida de um jogadpr cujo contrato se encerrou? Se era pra reclamar, teria que ja ter reclamado.

      Terceiro, o Militao é um grande jogador. Certamente vai ficar muito rico jogando na Europa. Acho muito mais provável que daqui a uns 10 ou 15 anos a torcida tricolor é que esteja pedindo a volta do jogador, já em fim de carreira.

      Quarto, o erro foi cometido la atrás, quando subiram o jogador e não atualizaram seu contrato. Eu li que ele ganha 12 mil reais, o que é ridiculamente pouco para um jogador titular do maior time do Brasil. O correto é subir jogadores com contratos atualizados, que protejam o clube com cláusulas que aumentem o valor da multa rescisória e a duração do contrato (e, obviamente, o salário) à medida que metas sejam atingidas (como número de jogos como titular, titulos, convocações para seleção, etc.).

        • Patricia, ou você é ingênua ou não percebeu que fecharam com ele antes dos 6 meses ao fim do contrato? Ou você acha que isso se resolve em 2 horas de conversa??? Portanto houve sim aliciamento, devem primeiro procurar o clube!!! Agora com medo do Fair Play (aliciamento) os cafajestes do Porto vem querer dar um trocado… se o SPFC fazer valer o seu direito segura ele até o fim do contrato e depois faz o Porto se virar com a FIFA, até o Barcelona já sofreu punição!!!

          E não vamos esquecer essa pilantragem toda e o seu Militão que não venha bater na porta do clube no futuro pedindo ajuda, lembraremos muito bem, assim como não esquecemos a pilantragem que o Cafu fez no passado, ademais, a família galinácea dele fala por si só!!! O pai já é o exemplo, fala com um jornal e depois desmente tudo, bem a caráter de família galinácea!

          SPFC acima de qualquer mercenário e ingrato!!!

      • Análise perfeita Patrícia. Acrescento somente que, doravante, esse caso sirva de lição para que ocorra mais situações dessa natureza. Efetivar na titularidade, jogador sem extensão de contrato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.