São Paulo se aproxima de sua maior fila na história do Paulistão

A derrota nos pênaltis para o Penapolense no Morumbi na última quarta-feira evidenciou números nada animadores para os torcedores do São Paulo. A queda nas quartas de final fez com que o Tricolor amargasse sua pior campanha no Campeonato Paulista nos últimos dez anos. Na ocasião, o São Caetano de Muricy Ramalho foi o carrasco.

No ano seguinte, Emerson Leão levou o time ao 21 título estadual e abriu caminho para os anos mais vitoriosos da história do clube. Libertadores, Mundial, Brasileirão, Sul-Americana, todos foram conquistados pelos são-paulinos nos últimos nove anos. O memorial do Morumbi, no entanto, nunca mais recebeu novas taças do Paulistão. O jejum atual é o segundo maior desde que o São Paulo foi fundado. A fila mais longa enfrentada pelos tricolores teve 13 anos de duração entre 1957 e 1970.

O título de 57 era o oitavo em apenas 27 anos de existência do clube, que mudou de nome após a falência do São Paulo da Floresta e renasceu como São Paulo Futebol Clube em 1935. O início promissor se transformou em jejum para que o sonho do Morumbi fosse concretizado. A diretoria passou a concentrar os investimentos na construção do estádio na Zona Sul da capital paulista e, aos poucos, o time se enfraqueceu. As conquistas no Estadual voltaram somente em 1970, com a nova casa pronta e o toque refinado de Gerson, o Canhotinha de Ouro.

Nos 13 anos de fila, o Santos de Pelé colecionou incríveis nove taças do Paulistão. No atual jejum, o Peixe também tem a hegemonia com cinco títulos e ajudou a ampliar a seca do rival com atuações de gala de Neymar em três semifinais. Por duas vezes, foi o Corinthians quem acabou com os planos tricolores. Em 2009, Ronaldo Fenômeno foi o algoz, enquanto os erros de Luis Fabiano e Paulo Henrique Ganso colaboraram com a eliminação diante dos alvinegros em 2013.

O Palmeiras, com Valdivia, foi o carrasco de 2008. São Caetano e Penapolense, as zebras. O São Paulo, desta vez, pôde abrir os cofres com o elenco, mas vê a maior fila quatro anos ainda mais próxima devido a seguidos erros de administração.

Fonte: Lance

Um comentário em “São Paulo se aproxima de sua maior fila na história do Paulistão

  1. VERGONHA, REFLEXO DESSA FORMA AMADORA E GROTESCA DO CACHACEIRO ADMINISTRAR O SPFC.
    “UM CICLO DE VERGONHAS E DERROTAS”, ESSE DEVERIA SER O TÍTULO PARA RESUMIR OS ANOS DEPLORÁVEIS DESSE LIXO DE PRESIDENTE NO SPFC EM DUAS GESTÕES PÍFIAS, DIGNAS DE UM CARTOLA DE VÁRZEA!

    O PIOR FOI QUEM O APOIOU, AINDA APOIA E “DERAM” O SPFC NAS MÃOS DESSE VERME COM TANTO PODER.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*