São Paulo reserva visita Paulista por vaga e clássico sem pressão

A missão do São Paulo às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, em Jundiaí, é tentaraproveitar a onda vitoriosa para somar mais três pontos na liderança do Estadual. Caso isso aconteça, a contar com um tropeço do Penapolense (primeiro fora da zona de classificação), a equipe poderá selar a vaga para as quartas de final, diminuindo o peso do clássico de domingo, contra o Corinthians, às vésperas da Libertadores.

Restando seis jogos a disputar – um a mais do que todas as demais equipes da zona de classificação – os comandados de Ney Franco iniciam a rodada 12 pontos acima do nono colocado. Se vencer e o time de Penápolis conseguir no máximo um empate frente ao Corinthians, o São Paulo já se garante no mata-mata da competição estadual, tendo em conta que não haveria como a diferença ser tirada em quatro rodadas.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Luis Fabiano será uma das exceções por estar suspenso de quatro jogos na Libertadores

O time será bem diferente em relação ao que engatou três vitórias consecutivas. O treinador são-paulino optou por escalar formação reserva, poupando o que tem de melhor à disposição para domingo e quinta-feira que vem, dia em que terá pela frente o The Strongest, em La Paz, na Libertadores. Assim, os zagueiros Paulo Miranda e Rhodolfo e o lateral esquerdo Cortez serão titulares mesmo recém-recuperados de lesão.

 

Somente dois atletas do grupo considerado principal começarão jogando no Jayme Cintra: Rogério Ceni e Luis Fabiano. O goleiro, porque dificilmente sai. Já o centroavante, em razão da suspensão de quatro jogos aplicada a ele pela Conmebol no torneio continental.

“Estamos trabalhando com a situação atual, de que ele não tem condição de jogo (na Libertadores). Embora tenhamos a expectativa de que a defesa consiga colocá-lo em condição de jogo, o trabalho vai ser feito em cima da situação atual”, justificou o treinador, que terá ainda uma dupla de volantes não habitual: Wellington volta de suspensão e ganha nova chance, ao passo que Fabrício tem oportunidade de ganhar ritmo.

A equipe jundiaiense, por sua vez, vive situação bem diferente. Não vence há cinco rodadas e tem dificuldade para passar dos 17 pontos, marca quatro abaixo da faixa que classifica ao mata-mata. O último resultado positivo foi em 22 de fevereiro, quando derrotou o Atlético Sorocaba por 3 a 1, em casa, palco do confronto desta quarta-feira.

Não estar entre os oito melhores significa não estar brigando por uma das duas vagas na Série D do Brasileiro. Porém, para o técnico Giba, que terá todo o grupo principal à disposição diante do São Paulo, a luta não acabou. “Meu alvo é o Linense e o Penapolense. São quatro pontos de diferença, temos ainda cinco jogos difíceis, mas não é impossível. Dentro do nosso trabalho, vamos sempre buscar o melhor e alcançar o objetivo”, projetou.

FICHA TÉCNICA
PAULISTA X SÃO PAULO

Local: Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí (SP)
Data: 27 de março de 2013, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Danilo Simon Manis e Maiza Teles Paiva

PAULISTA: Richard; Thales (Hudson), Dráusio, Lázaro e Rodolfo Testoni; Matheus, Kasado (Alfredo), Chiquinho e Renato; Cassiano Bodini (Flávio) e Marcelo Macedo
Técnico: Giba

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lúcio, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Fabrício e Cañete; Douglas, Wallyson e Luis Fabiano
Técnico: Ney Franco

2 comentários em “São Paulo reserva visita Paulista por vaga e clássico sem pressão

  1. E dar rítmo de jogo ao centroavante que vai jogar na Bolívia não seria mais interessante do que poupa-lo, já que o Aloisio tem jogado pouco e sempre fora de sua posição?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*