São Paulo goleia Audax e garante classificação

luisfabiano093

O São Paulo está classificado para a próxima fase do Campeonato Paulista. Na noite desta quarta-feira, o time comandado por Muricy Ramalho tirou proveito da ousadia defensiva do Grêmio Osasco Audax (que não dá chutões) e da expulsão do lateral esquerdo André Castro para vencer por 4 a 0 no Morumbi e garantir uma das vagas do grupo A. Os gols foram dos atacantes Luis Fabiano (2) e Osvaldo e do volante Souza, todos no segundo tempo.

O resultado deixou o São Paulo com 21 pontosganhos, isolado (ao menos provisoriamente) na liderança de sua chave do Estadual. O Penapolense poderá se igualar na ponta da tabela caso vença o XV de Piracicaba na quinta-feira, dentro de casa. Já o Audax seguiu com os seus 17 pontos no grupo B, o mesmo do Corinthians.

O time do Parque São Jorge será justamente o próximo adversário do São Paulo, no domingo, no Pacaembu. O Audax terá mais tempo para rever a sua estratégia suicida. Voltará a campo somente na terça-feira, contra o Penapolense, no Estádio José Liberatti.

O jogo –O São Paulo já estava preparado para a destemida troca de passes do Grêmio Osasco Audax. Os comandados de Muricy Ramalho alertavam para o estilo de jogo do adversário desde a semana passada. Quando a partida começou, então, trataram de pressionar a saída de bola dos visitantes.

Logo aos dois minutos, o São Paulo conseguiu fazer um desarme no campo de defesa do Audax. Dentro da área, o colombiano Pabon ajeitou a bola de cabeça para Paulo Henrique Ganso, de volta ao time titular. O meia concluiu com um chute colocado, de primeira. Errou o alvo, mas levantou a pequena torcida são-paulina presente no Morumbi.

Apesar do susto logo no princípio do jogo, o Audax não abdicou da sua estratégia. Os únicos chutões permitidos eram os de Velicka, que não segurava o pé de fora da área. O goleiro Rogério Ceni trabalhou nem na primeira tentativa do lateral direito. Depois, em uma cobrança de falta do lateral esquerdo André Castro, soltou a bola. O atacante Thiago Silvy não aproveitou.

Pelo São Paulo, o jogador que mais levava perigo ao Audax era Luis Fabiano. O centroavante quase abriu o placar aos 13 minutos, quando completou com a cabeça um cruzamento da esquerda de Osvaldo. A bola passou rente à trave. Pouco mais tarde, ele voltou a errar o alvo por pouco em uma jogada aérea de Douglas, que fez o levantamento da direita.

Com a bola no chão, Luis Fabiano não se manteve em pé aos 21 minutos. Em mais uma roubada na saída de jogo do Audax, o centroavante foi acionado, carregou para dentro da área e caiu ao ser pressionado pela marcação. Assim que percebeu o árbitro Antônio Rogério Batista do Prado mandar a partida seguir, ele se desesperou, socando o gramado.

Ainda que as melhores chances de gol fossem do São Paulo, o Audax também atacava, quase sempre com Rafinha. Só não tinha a mesma sorte com que contava na defesa. Aos 36 minutos, por exemplo, Didi desviou a bola em uma cobrança de escanteio de Osvaldo e mandou no pé da trave. Ninguém do time da casa ficou com o rebote.

Para colocar a bola dentro do gol do São Paulo, o técnico Fernando Diniz mexeu no ataque do Audax no intervalo. Trocou Denílson por Matheuzinho. Ele só não contava com uma falta cometida por André Castro (após outro erro de reposição de bola) em cima de Osvaldo no segundo minuto da etapa complementar. O jogador foi punido com um segundo cartão amarelo e o vermelho.

Com a vantagem numérica em campo, o São Paulo não demorou muito para fazer a diferença também no marcador. Reinaldo deu uma amostra que a sua equipe queria decidir logo o jogo aos quatro minutos, com um chute muito forte de longa distância. Felipe Alves impediu o gol com uma defesa plástica.

Dois minutos depois, não havia muito o que o goleiro do Audax pudesse fazer. Pabon fez um cruzamento na medida para Luis Fabiano, da direita. O artilheiro não desperdiçou desta vez. Subiu com estilo e cabeceou no alto para fazer o seu primeiro gol no confronto.

O segundo de Luis Fabiano não tardaria. Aos oito minutos, o centroavante voltou a contar com uma assistência de Pabon para sacudir a rede. Com uma enfiada de bola no lado direito da área, ele não se importou com a presença de Felipe Alves à sua frente e finalizou firme para ampliar e fazer o pequeno público das arquibancadas saltar novamente.

Como a defesa do Audax continuou a se arriscar, não havia motivos para os torcedores se sentarem. Aos 16 minutos, Felipe Alves bobeou mais uma vez em um passe curto. Quem ficou com a bola à base da velocidade foi Osvaldo, que teve tranquilidade para concluir para dentro e praticamente sacramentar o resultado positivo do São Paulo.

Com 3 a 0 no placar, Muricy Ramalho pôde tirar Luis Fabiano (ovacionado) de campo, para não expor o jogador a um eventual cartão amarelo. O escolhido para entrar foi Ademilson, outro atacante que se mostrou disposto a tirar proveito da ousadia defensiva do Audax. Até os torcedores do São Paulo já se animavam, com gritos irônicos, quando Felipe Alves saía jogando.

O quarto gol do São Paulo não surgiu em outro vacilo do goleiro do Audax. Aos 31 minutos, quem passou a bola para Souza foi Ednei, que havia substituído o zagueiro Francis. O volante arrancou dentro da área, limpou Felipe Alves e tocou para anotar o seu primeiro pelo time do Morumbi e o último do jogo deste meio de semana.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 4 X 0 GRÊMIO OSASCO AUDAX

Local:  Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 5 de março de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Antônio Rogério Batista do Prado (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva (ambos de SP)
Público: 5.491 pagantes
Renda: R$ 132.300,00
Cartão amarelo: André Castro (Grêmio Osasco Audax)
Cartão vermelho: André Castro (Grêmio Osasco Audax)
Gols:SÃO PAULO: Luis Fabiano, aos 6 e aos 8, Osvaldo, aos 16, e Souza, aos 31 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Maicon (Wellington), Souza (Lucas Evangelista), Pabon e Paulo Henrique Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano (Ademilson)
Técnico:Muricy Ramalho

GRÊMIO OSASCO AUDAX: Felipe Alves; Velicka, Francis (Ednei), João Paulo e André Castro; Didi, Camacho, Diego e Rafinha (Marquinhos); Denílson (Matheuzinho) e Thiago Silvy
Técnico: Fernando Diniz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*