São Paulo espera o Arsenal um pouco mais ofensivo na Argentina

Os jogadores do São Paulo esperam enfrentar um Arsenal de Sarandí diferente daquele com que empataram por 1 a 1 na semana passada, no Pacaembu. Para os comandados de Ney Franco, o adversário argentino precisará se expor um pouco mais dentro de casa, na quinta-feira, na Argentina.

“O time deles fez um joguinho de catimba aqui, deixando o tempo passar. Isso acaba irritando. Agora, eles vão precisar sair mais para o jogo, pois também precisam da vitória. Devemos ter tranquilidade e sabedoria para fazer uma boa partida e, desta vez, conseguir ganhar”, comentou o meia Jadson, autor do gol são-paulino na rodada passada da Copa Libertadores da América.

Apesar de ter se irritado com a postura do Arsenal de Sarandí, o São Paulo conseguiu criar  oportunidades para derrotar os argentinos. “Só não saímos com a vitória porque não era o dia. A equipe se doou e acertou bolas na trave”, lembrou Jadson. “A bola não quis entrar na última quarta-feira, mas estamos tranquilos, trabalhando forte. Esperamos que seja diferente agora”, complementou o zagueiro Rafael Toloi.

O São Paulo precisa que seja diferente. Com 4 pontos ganhos, o time dirigido por Ney Franco está na segunda colocação do grupo 3 da Libertadores e quer evitar ser ameaçado pelo boliviano The Strongest, que soma 3, e pelo próprio Arsenal de Sarandí, com 1. O líder Atlético-MG totaliza 9.

“Será um jogo chave para a gente obter a nossa classificação. Por isso, vamos para a Argentina com pensamento positivo”, avisou Jadson, depois de prever dificuldades. “Não vai ser fácil.”

 

Fonte:  Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*