São Paulo acerta com Lucas Evangelista, mas agente quer melar negociação

Pagou, mas ainda não levou. Essa é a situação do São Paulo com o meia Lucas Evangelista, titular da equipe em parte do Campeonato Brasileiro deste ano. O jogador está emprestado pelo Desportivo Brasil-SP, clube da Traffic, até junho de 2014, o Tricolor já pagou para adquiri-lo em definitivo, mas o empresário do meia, Wagner Ribeiro, ameaça melar a negociação na Justiça.

Wagner não concorda com o novo contrato acertado entre São Paulo e Desportivo e reivindica direitos econômicos para seu cliente. Atualmente, os percentuais de participação são só dos clubes.

A diretoria do Tricolor pagou R$ 700 mil para adquirir mais 30% dos direitos econômicos do atleta, chegando a 60%, e fechou o novo contrato até dezembro de 2017. O Desportivo, pelo acordo, continua com 40% dos direitos. Tal situação já estava prevista em contrato e o São Paulo decidiu se antecipar na compra para proteger o atleta do assédio de clubes europeus. No entanto, com o impasse, o novo vínculo ainda não pôde ser validado.

A intenção de Wagner, inicialmente, não é tirar Evangelista do São Paulo. O agente comunicou à Traffic que há falhas na situação do jogador e pretende mudar as tratativas. A empresa contesta.

O São Paulo, por sua vez, acompanha o desenrolar da situação e tem cumprido à risca as obrigações com o atleta. Nenhuma parte acusa falha no pagamento dos salários, algo que poderia dar a liberação em caso de ação na Justiça.

Pessoas que acompanham o caso nos bastidores veem poucas chances de o agente vencer em uma possível ida aos tribunais e fazer Evangelista imitar Oscar. No fim de 2009, o meia do Chelsea entrou na Justiça contra o São Paulo e conseguiu liberação para atuar no Internacional. Outros jogadores fizeram o mesmo

Fonte: Lance

2 comentários em “São Paulo acerta com Lucas Evangelista, mas agente quer melar negociação

  1. Pelamor, entrega de graça pro agente, paga alguma coisa pro agente levar este sujeito longe do Morumbi! Não dá pra entender o São Paulo lutando por jogador ruim e deixando escapar os bons!

  2. Não dá imitar o caso Oscar, porque o futebol do Lucas Evangelista é bem inferior ao do Oscar, depois a situação dele parece ser bem nebulosa, pois foi atleta da nossa base, foi dispensado pelo clube (quem será que foi o responsável??????) e hoje pertence à Traffic, tem como empresário o Wagner Ribeiro e ainda pagamos para tê-lo de volta sem saber se ele será nosso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*