Santos não teme ‘freguês São Paulo’ e prioriza vitória contra o Palmeiras

Comissão técnica, jogadores e diretoria do Santos não têm dúvidas que vencer o Palmeiras é o único objetivo do time no clássico deste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, em duelo que define o primeiro colocado geral da primeira fase do Campeonato Paulista.

Os santistas são questionados durante esta semana se vale a pena vencer o Palmeiras e correr o risco de enfrentar o São Paulo na semifinal da competição, em vez de um time pequeno. O retrospecto favorável dos santistas contra a equipe do Morumbi nos últimos anos não aponta motivos para o alvinegro praiano se preocupar.

Isso porque o São Paulo se tornou um espécie de freguês do Santos quando o assunto é a fase “mata-mata” do Paulistão. Na campanha do tricampeonato paulista (2010, 2011 e 2012), o time liderado por Neymar eliminou o tricolor paulista três vezes consecutivas e justamente na fase semifinal da competição, com vitórias na Vila Belmiro e no Morumbi.

Em 2010, a semifinal foi disputada em dois jogos. O Santos venceu as duas. No jogo de ida, os santistas ganharam por 3 a 2, no Morumbi. Na partida de volta, vitória tranquila por 3 a 0 na Vila Belmiro.

No ano seguinte, o Santos eliminou o São Paulo em jogo único da semifinal em pleno Morumbi, com uma vitória por 2 a 0. Em 2012, no último encontro entre os clubes na semifinal, a equipe santista eliminou o rival mais uma vez no Morumbi. Com show de Neymar, o time alvinegro venceu por 3 a 1.

Além da freguesia do São Paulo, o Santos considera importante vencer o Palmeiras para ficar com a vantagem de decidir todos os jogos finais na Vila Belmiro. Para o time de Leandro Damião e companhia, que tem 100% de aproveitamento como mandante em 2014 (sete jogos e sete vitórias), esse é um fator importante.

“Não podemos escolher adversário. Não tem problema (pegar o São Paulo na semifinal). Alguns times não conseguem tirar tanto proveito do fator casa, coisa que o Santos vem fazendo muito bem na Vila. O Santos tira muito proveito. Como o nosso desempenho na Vila é de 100%, claro que ter a oportunidade de jogar em casa contra o Palmeiras e conquistar o direito de jogar três em casa até a final, podemos dizer que é uma vantagem considerável. Vamos procurar vencer o Palmeiras e terminar com a melhor campanha”, afirmou Thiago Ribeiro.

Nas quartas de final, o Santos já sabe que terá a Ponte Preta pela frente. Se a fase de grupos acabasse hoje, o time da Vila Belmiro seria o segundo no geral. Passando pela equipe de Campinas, enfrentaria Botafogo-SP ou Ituano, times que ocupam as duas primeiras posições do Grupo B – o Corinthians já está eliminado nessa chave, mas o Audax-SP ainda pode ultrapassar a equipe de Itu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*