Rogério Ceni pede calma na altitude: ‘Temos de administrar o jogo’

O goleiro Rogério Ceni acredita que a mudança tática feita por Ney Franco nos últimos jogos será favorável ao São Paulo contra o Strongest, nesta quinta-feira, às 21h30m (de Brasília), em La Paz, pela Libertadores. Para o capitão, o Tricolor precisará controlar mais a bola para não sofrer com a altitude.

– Temos de administrar o jogo a partir do momento que você tem a bola. Estamos fazendo isso bem com Ganso, Jadson e Maicon. Eles (bolivianos), provavelmente, vão correr mais do que nós – afirmou.

Em sua primeira partida nas alturas em 2013, contra o Bolívar, pela fase preliminar da Taça Libertadores, o São Paulo teve uma grande oscilação. O Tricolor chegou a abrir 3 a 0 na etapa inicial, mas se acomodou por conta da enorme vantagem de oito gols na briga pela vaga (o primeiro jogo, no Morumbi, terminou 5 a 0) e acabou levando a virada por 4 a 3.

– Temos de aprender, porque eu acho muito difícil fazer 3 a 0 novamente, assim como é difícil tomar quatro. Aquela foi uma partida atípica, tanto o começo quanto o fim – ressaltou Ceni.

A goleada do Atlético-MG sobre o Arsenal, quarta, em Belo Horizonte, ajudou o São Paulo. O clube do Morumbi permanece em segundo, com os mesmos quatro pontos dos argentinos. Uma vitória na Bolívia deixa a equipe dirigida por Ney Franco muito perto da classificação. Na rodada final, o Tricolor recebe o Galo, em casa.

– É um jogo decisivo, que pode nos colocar em uma boa situação para dependermos somente do nosso desempenho na última rodada – ressaltou o goleiro.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*