Rogério Ceni diz que conversou com Deus no caminho até o pênalti

Rogério Ceni demorou um tempo maior do que o comum no trajeto de sua área até a marca do pênalti, para abrir o caminho da classificação do São Paulo para as oitavas de final da Libertadores, na noite desta quarta-feira, no Morumbi. O capitão fez o primeiro gol da vitória por 2 a 0 do Tricolor sobre o Atlético-MG. Depois da partida, o goleiro contou qual foi a sensação no momento:

– A pressão dos últimos dois pênaltis foram muito grandes porque eu não tenho condições normais de chutar. Desde o jogo contra o Corinthians, não me encontro em condições normais. Foram pênaltis muito difíceis de serem batidos, apesar da tranquilidade de ir para bola. Quando vc perde aos 30 é uma pena. Quando perde aos 40 é velho. Fui conversando com Deus no caminho. Não pedi o gol. Pedi a calma pra efetuar a cobrança. Se tivesse perdido teria sido um dos últimos da minha carreira. O sucesso do time se deve aos outros dez caras em campo, mas a responsabilidade daquele lance era minha. Falei para o Denis que estava com o pressentimento que a bola do jogo iria sobrar para mim. Ela sobrou e eu tive a calma necessária. Eles jogaram com alma, como há muito tempo não via no São Paulo.

O camisa 01 sofreu uma forte pancada no pé direito contra o Corinthians, no dia 31 de março. Desde então tem feito longos tratamentos para conseguir estar em campo. Ceni conseguiu jogar três dias depois, em La Paz, contra o The Strongest (BOL), também sentiu muitas dores durante o jogo e fez um gol de pênalti.

Aos 40 anos, Rogério deve se aposentar no fim desta temporada. Por isso, se o São Paulo tivesse sido eliminado nesta quarta-feira, o jogo contra o Galo poderia ter sido o último de Ceni pela Libertadores. Ele mesmo admite isso e diz que pensou nessa possibilidade na véspera do confronto.

– Fiquei tratando das oito até meia-noite. Assisti ao documentário Soberano que passou na ESPN de madrugada. Durante tudo isso imaginei o cenário do que poderia acontecer, mas não foi a última – afirmou.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*