Rodrigo ou Caio? Jovem convive com situações extremas no São Paulo

rodrigo_caio

Promovido ao time profissional do São Paulo em 2011, Rodrigo Caio ainda divide opiniões na torcida. Volante, lateral-direito ou zagueiro, o garoto é considerado por uns como uma das principais revelações do clube nos últimos anos.

A facilidade para se adaptar aos esquemas táticos conquistou a maioria dos técnicos com quem trabalhou. Até mesmo Muricy Ramalho, que desconfiou da baixa estatura do jovem, logo colocou Rodrigo Caio como titular incontestável da equipe na arrancada que salvou o Tricolor do rebaixamento no Campeonato Brasileiro do ano passado.

A vontade com que atua e a coragem para sair jogando mesmo em situações de risco no campo de defesa talvez sejam os principais exemplos para a dúvida que paira sobre o jogador, de apenas 20 anos de idade.

O excesso de raça chegou a resultar em pênaltis e faltas perigosas para Rogério Ceni. O goleiro, assim como Muricy, incentiva Rodrigo Caio a não optar inicialmente pelos chutões para aliviar o perigo. A dupla, inclusive, foi a primeira a se manifestar em apoio ao garoto após erro contra o Atlético Nacional (COL), pelas quartas de final da Copa Sul-Americana de 2013, no Morumbi.

Para os torcedores mais pessimistas, Rodrigo Caio pode ser visto como um ímã de desastres para o São Paulo. A estreia foi como lateral-direito em goleada por 5 a 0 sofrida para o Corinthians. Em 2012, foi surpresa na escalação da semifinal da Copa do Brasil contra o Coritiba e o time foi eliminado com derrota por 2 a 0. Neste ano, errou o único pênalti do Tricolor contra o Penapolense nas quartas de final do Campeonato Paulista.

Para os entusiastas do jogador, os três exemplos citados acima comprovam a personalidade forte do jogador, a coragem para sair jogando e o potencial do jovem atleta.

Entre dias de “Rodrigo” e dias de “Caio”, o garoto pode anular Neymar e ser expulso em um clássico. Pode ser ídolo e causar arrepios com a categoria para sair jogando.

ALTOS E BAIXOS DA CARREIRA DE RODRIGO CAIO

Personalidade
Estreou em clássico com o Corinthians com apenas 17 anos de idade, chegou a ser escalado somente com a função de marcar Neymar e tem coragem para sair jogando no campo de defesa.

Curinga
As primeiras chances no elenco profissional foram na lateral direita, após ser volante nas categorias de base. Depois, o garoto aceitou se transformar em zagueiro.

Salvação
O São Paulo viveu a pior crise de sua história no ano passado ao passar boa parte do Brasileirão na zona de rebaixamento. Rodrigo Caio aceitou o desafio de se tornar zagueiro e foi um dos raros destaques da equipe que se manteve na primeira divisão.

Redenção
Se debutou em goleada sofrida para o Corinthians, foi sobre o mesmo rival que Rodrigo Caio encerrou jejum de 12 jogos sem vitórias do Tricolor em clássicos. Na primeira fase do Paulistão deste ano, fez de cabeça o gol do triunfo por 3 a 2.

A estreia
Atrapalhado pela expulsão de Carlinhos Paraíba e improvisado na direita, sofreu com canetas de Emerson Sheik e viu o Corinthians golear por 5 a 0 na 6ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2011.

Na fogueira
Assim como na estreia, teve de quebrar galho para Emerson Leão na lateral na semifinal da Copa do Brasil de 2012. O Coritiba explorou o setor,
venceu por 2 a 0 e foi à final.

Preciosismo
Nas quartas de final da Copa Sul-Americana de 2013, tentou sair jogando dentro da área, vacilou e permitiu gol de Uribe. O Tricolor venceu por 3 a 2 com gol aos 45 minutos do segundo tempo.

Penapolense
Foi destaque nos treinamentos pela precisão nas cobranças de pênalti. Durante o jogo das quartas de final do Paulistão, teve atuação segura. Nas penalidades, porém, bateu à meia altura e errou o único pênalti do time na eliminação precoce.

 
Fonte: Lance

Um comentário em “Rodrigo ou Caio? Jovem convive com situações extremas no São Paulo

  1. Baita jogador, sabe antecipar, joga de cabeça erguida, tem ótimo futebol.Tenho medo que uma nova má fase do time a crucifique injustamente.Os erros na defesa são porque ninguém é perfeito e Rodrigo,na verdade, está improvisado na zaga.É um dos que eu torço dentro do elenco para não cair de produção.Ainda mais que ele tem que jogar por dois, já que o enganador Antonio Carlos parece que vai ficar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*