Rodrigo Caio se oferece para pênalti, mas quer vaga em 90min

rodrigo_caio009

O trauma da responsabilidade direta pela queda do São Paulo nas quartas de final do CampeonatoPaulista, Rodrigo Caio já superou. Tanto que o zagueiro, único a errar pênalti na disputa contra o Penapolense, coloca-se novamente à disposição diante do CSA caso seja necessário decidir dessa forma a vaga à segunda fase da Copa do Brasil.

“É complicado. Quando a gente erra, fica muito triste. Mas coloquei a cabeça no lugar, tive apoio do grupo, do professor, e levantei a cabeça. Bola para frente, vida que segue. Não será a primeira, nem a última vez que vai acontecer isso”, disse o jogador, ao lembrar que, às vésperas da partida decisiva da competição estadual, vinha tendo bom aproveitamento no fundamento.

É por isso que, quando questionado se não se candidataria a cobrar novo pênalti, na quarta-feira que vem, o camisa 7 prontamente ofereceu seu nome para uma eventual lista da comissão técnica de Muricy Ramalho. “Eu deixo para o professor. Se ele optar por me colocar para bater, eu bato”. Mas não sem deixar claro o desejo de que a classificação seja garantida no tempo regulamentar.

“Tenho certeza de que, primeiramente, a gente vai conseguir decidir os jogos nos 90 minutos. Temos condições e temos que fazer isso. É obrigação nossa vencer dentro de casa”, opinou.

Para que a vontade de Rodrigo Caio se realize, ele e seus companheiros de elenco precisarão empatar ou vencer o CSA, uma vez que, no jogo de ida, em Maceió, o São Paulo criou vantagem ao triunfar por 1 a 0, com gol de Osvaldo.

Desde o início da semana, Muricy tem submetido o grupo a treinos técnicos e físicos. Nas duas vezes em que escalou um provável time titular, repetiu a formação com Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Souza, Maicon e Pato; Osvaldo, Ganso e Luis Fabiano.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*