Rodrigo Caio presenteia pai tricolor com camisa do primeiro gol

A camisa que Rodrigo Caio vestia ao fazer o primeiro gol como profissional terá um destino especial. Apesar dos pedidos de torcedores e amigos, o jogador vai presentear o pai com o uniforme do São Paulo que usou na vitória por 2 a 1 sobre o São Bernardo, quarta-feira, no ABC, pelo Campeonato Paulista.

– Guardei para dar a camisa para o meu pai (Celso). Ele me pediu por ser o primeiro gol como profissional. É são-paulino doente – revelou.

O garoto de apenas 19 anos viveu um dia de herói nesta quinta-feira. Autor do gol que manteve o Tricolor na liderança do estadual, o marcador teve de conviver com o assédio e ver o nome, pouco conhecido pela torcida, em destaque nos jornais, sites e programas de televisão.

– Fiquei muito feliz, recebi ligações de familiares e amigos. Foi uma emoção muito grande, ainda mais para mim, que sou são-paulino desde moleque. Vim da base e sempre sonhei em fazer um gol. Espero que seja o primeiro de muitos – afirmou.

Natural de Dracena, no interior de São Paulo, Rodrigo Caio chegou ao clube com apenas 12 anos depois de passar por quatro fases de avalições. O período, aliás, serviu para se transformar em um curinga. Primeiro, atuou como zagueiro. Depois, passou para volante, mas começa a se firmar na equipe titular como lateral-direito. Posições não faltam para ser escalado.

– Estou preparado e quero mostrar mais a cada jogo. Quero entrar em campo e mostrar que tenho condições de atuar. Quando o Ney chegou, fui colocado como lateral. Estou pegando mais confiança – disse.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*