Reinaldo festeja boa partida, mas lembra que é lateral

Reinaldo foi o grande nome do Majestoso de sábado, marcando dois gols na vitória por 3 a 1 sobre o Corinthians, no Morumbi. O desempenho ocorreu com o camisa 14 sendo a surpresa da escalação de Diego Aguirre, jogando avançado, na posição do atacante Everton, que cumpriu suspensão. Exaltado, o lateral-esquerdo ressalta que sua posição é outra.

– O Aguirre me perguntou se eu podia fazer a função do Everton. Disse que sim, que não era novidade, que já havia jogado assim. Deu certo, fiz dois gols, mas lembro que sou lateral-esquerdo. (Na posição) Tem o Everton, jogador de qualidade – disse Reinaldo à ESPN.

– Ele optou por mim na ausência do Everton e deu tudo certo. Pensei que ele ia entrar com três zagueiros, mas optou por mim na frente e, graças a Deus, deu certo. Ele disse que me colocaria nesta posição e, depois, me deu parabéns – comemorou o jogador.

A postura “pés no chão” de Reinaldo tem a ver com tudo que já viveu no clube. Muito vaiado em 2015, passou por empréstimo por Ponte Preta e Chapecoense nas duas últimas temporadas até voltar ao Tricolor neste ano, inclusive sendo pedido na posição de Edimar, que terminou 2017 como titular na lateral esquerda. Ser herói em um clássico torna o momento ainda melhor.

– Procurei sair com o pensamento de voltar mais maduro e aprendi bastante, tanto na marcação como no ataque. Quando voltei, estava meio assim, porque pensei que a torcida ia pegar no meu pé. Mas o torcedor me acolheu com muito carinho, e tenho certeza de que todos jogadores estão sendo tratando com carinho. Agora, quero fazer o São Paulo ser campeão – prometeu.

– Vivo um momento maravilhoso, que todo jogador quer passar. Estou trabalhando no dia dia, tentando agradar o torcedor, que quer voltar a ser campeão. Tenho certeza de que nesta sequência, nesta pegada, vamos ser campeões – apostou Reinaldo.

2 comentários em “Reinaldo festeja boa partida, mas lembra que é lateral

  1. Me sinto à vontade pra chamar o cara do último jogo de Rei Naldo. Porque quando pra ele tudo dava errado nunca critiquei assim como nunca critiquei o Lição. Só lamentava e tenho pra mim que as críticas destrutivas que vinha da torcida só dificultava a vida tanto deles quanto do São Paulo e assim será. Ninguém consegue fazer um bom trabalho debaixo de pressão e críticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.