Prefeito Regional do Butantã visita São Paulo para ver estragos

O Prefeito Regional do Butantã, Vitor Sapienza, visitou o São Paulo nesta terça-feira. Ele foi ver de perto os estragos causados no clube e no estádio do Morumbi, assim como tomar conhecimento do que passa debaixo do estádio.

De acordo com a diretoria tricolor, uma reunião está marcada para esta quinta-feira, dia 14, na sede da Prefeitura. Pela nota oficial (veja abaixo),  reunião será para compartilhar imagens e informações sobre as enchentes e os estragos causados na região do Morumbi. Mas, convenhamos, isso é muito pouco. Se a diretoria está reconstruindo muito rapidamente tudo o que foi estragado (e teve que recomeçar, pois o trabalho da semana passada foi perdido), é fato que terá que pressionar muito para a Prefeitura fazer a parte dela.

Não bastam medidas paliativas como limpeza de córregos, bueiros, calçadas e outros mais. Se não construir um piscinão, logo mais teremos novas enchentes e muito prejuízo. É hora de algum prefeito olhar para o Morumbi, ver o tamanho do IPTU que se paga ali e fazer alguma coisa. Não dá mais para ficarmos lamentando perdas de toda uma coletividade.

É bom deixar claro que o prefeito Bruno Covas não é o único culpado por isso. Aliás, a prefeitura de São Paulo caiu em seu colo, pois quem foi eleito, João Dória, deu de ombros para a cidade e alçou voo maior. Mas ele é o prefeito do momento e é quem tem que ser cobrado. Portanto, chega de passeios com companheiro, prefeito. Vamos à luta!

Abaixo a Nota Oficial divulgada pelo São Paulo

 

Nota Oficial

O São Paulo Futebol Clube informa que recebeu nesta terça-feira (12) a visita do Prefeito Regional do Butantã, Paulo Vitor Sapienza, para vistoria no complexo social e no estádio do Morumbi, afetados por enchentes em decorrências das chuvas ocorridas no último dia 9 e, principalmente, no último dia 2.

A visita, solicitada pelo São Paulo, teve como objetivo analisar os locais afetados pelas enchentes para que se possa detectar causas e traçar ações conjuntas para minimizar riscos de novos alagamentos. O foco principal da vistoria foi o exame das galerias pluviais subterrâneas, para que a partir de agora se possa fazer um mapeamento exato que consiga identificar eventuais rompimentos que necessitam de restauração ou até outras intervenções. A equipe presente ainda fez o reconhecimento da área afetada por erosão no complexo social, próxima ao edifício Vilanova Artigas, na qual já se executa trabalho de contenção.

O São Paulo também comunica que na próxima quinta-feira (14) será recebido em reunião institucional na Prefeitura de São Paulo para compartilhar informações e imagens sobre o impacto das enchentes da região do Morumbi.

Nesta terça-feira, o clube avançou no trabalho de reconstrução do muro que cedeu parcialmente na avenida Jules Rimet. A nova divisão será reformada junto a uma estrutura de contenção, que suportará peso superior à anterior.

No complexo social, o São Paulo trabalha em processo de conclusão de limpeza e higienização, principalmente em relação às estruturas que contemplam o parque aquático. Prosseguem, também, as ações para pleno restabelecimento de abastecimento de energia elétrica, afetado pelos danos em cabines primárias, quadros de comando e transformadores. A diretoria atua, com otimismo, para viabilizar a abertura aos associados de ao menos parte do complexo social antes do término do prazo de interdição previamente anunciado.

Em relação ao estádio do Morumbi, o São Paulo já iniciou a reconstrução dos vestiários e trabalha com a previsão de voltar a receber partidas após o jogo contra o Palmeiras, que acontecerá no próximo sábado, no Pacaembu.

 

Paulo Pontes

2 comentários em “Prefeito Regional do Butantã visita São Paulo para ver estragos

  1. TODOS os prefeitos e governadores que passaram são culpados. Mas eu culpo os presidentes do São Paulo que passaram e não teve força política para realizar a infraestrutura necessária para evitar os alagamentos. Um time aí ganhou um estádio com força política. O São Paulo tem que processar a prefeitura por danos ao patrimônio e já aproveita e já começa a fazer uma escavação na beira do campo para aproximar a arquibancada do gramado. Só a gente é pacífico na história. Tem que tacar o louco as vezes. E estou cada dia mais enfurecido com a passividade da diretoria em vários assuntos. Manda o Nene jogar bola. Quer sair, que venha com uma proposta decente, caso contrário nem ouve. Se a diretoria não valorizar os jogadores do São Paulo, quem vai? Desculpe a mistura de assuntos mas é que eu estou farto, vejo o time verde jogar e me dá vontade de falar palavrões pro mundo inteiro escutar pois eu quero ver o meu São Paulo jogar! Quem folga de quarta é time pequeno!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.