Por reencontro nas oitavas, São Paulo e Galo entram em seleto grupo

Com a classificação assegurada às oitavas de final da Copa Libertadores, o São Paulo, o pior segundo colocado no geral, reencontrará o Atlético-MG, detentor da melhor campanha no torneio, no mata-mata da competição. E, esta será a quarta vez em que dois clubes do mesmo grupo se enfrentam na fase conseguinte do torneio.

Desde 2005, quando houve uma mudança na fórmula e o melhor primeiro colocado passou a enfrentar o pior segundo classificado, no geral do torneio, três confrontos tiveram situações parecidas e, por coincidência, envolvendo times brasileiros. Em 2006, o Internacional encarou o Nacional (URU). Dois anos depois, o Santos pegou o Cúcuta (COL) e, em 2009, o Palmeiras mediu forças diante do Sport.

E, o torcedor são-paulino, além da classificação tem mais motivos para crer na vaga nas quartas: dos três jogos, somente o time gaúcho terminou em primeiro e conseguiu eliminar o seu adversário.

Diante do Galo, o São Paulo contará com o apoio da sua torcida no primeiro. O meia Jadson, suspenso, ontem, por conta do terceiro cartão amarelo, está à disposição do técnico Ney Franco. Outro que também retorna, mas somente no segundo jogo, é o atacante Luis Fabiano. O goleador, expulso após o jogo diante do Arsenal (ARG), pela terceira rodada do grupo 3 do torneio continental, foi punido pela Conmebol com quatro jogos de suspensão por ter ofendido o juiz colombiano Wilmar Roldán.

A motivação são-paulina se estende à festa da torcida e também a quebra de um tabu: essa foi a primeira vitória do tricolor diante do Galo em Copas Libertadores. Em cinco confrontos, o clube mineiro havia vencido dois jogos e empatado três.

Com a queda na fase de grupos evitada, o São Paulo ganha mais força para a sequência da competição. Antes da partida, os jogadores do Galo afirmaram que, pela tradição e peso da camisa, não poderiam deixar o Tricolor avançar. Agora, vai ser difícil segurar o tricampeão!

Vírus evitou confronto semelhante

Por conta da gripe H1N1 que se propagou no México em 2009, o Chivas Guadalajara e o San Luis se classificaram às oitavas de final do torneio, mas tiveram de abandonar a competição neste ano pelo fato de não poderem mandar os seus jogos no país em razão da doença. Na temporada seguinte, retornaram direto no mata-mata. Isso evitou que o Corinthians enfrentasse um time da mesma chave nas oitavas do certame.

Em 2010, o Alvinegro terminou o Grupo 1 líder, com 16 pontos, e a melhor classificação geral no torneio. O Racing (URU) acabou na segunda posição, com oito pontos, e foi o pior segundo colocado. Logo, encararia o Timão. Contudo, por conta da inclusão dos times mexicanos, só os seis melhores times que terminaram na segunda posição em seus grupos foram para o mata-mata.

Em razão disso, o Corinthians encarou o Flamengo nas oitavas. No primeiro jogo, perdeu por 1 a 0 no Rio e, na volta, venceu por 2 a 1, mas por conta do gol sofrido em casa, foi eliminado pelo Rubro-negro carioca. Em 2010, na Libertadores, o São Paulo foi eliminado pelo Internacional, na semifinal.

Mesma situação…

Inter x Nacional (URU)
Na Libertadores de 2006, o Inter terminou como líder do Grupo 6, com 14 pontos, enquanto o Nacional (URU) acabou com 9. Nas oitavas de final, os dois times se enfrentaram. O clube gaúcho venceu o primeiro jogo, fora de casa, por 2 a 1, e conseguiu empatar sem gols o jogo de volta.

Santos x Cúcuta (COL)
Na Copa Libertadores de 2008, o Santos terminou como segundo colocado do  Grupo 6 do torneio, com 10 pontos conquistados. O Cúcuta foi o líder, com um ponto a mais. Nas oitavas, o Peixe venceu os dois duelos por 2 a 0 e eliminou os colombianos.

Palmeiras x Sport
O Palmeiras caiu no mesmo grupo do campeão da Copa do Brasil de 2008, o Sport, na Libertadores de 2009. Os dois times se enfrentaram no Grupo 1, e os pernambucanos terminaram em primeiro. Nas oitavas, os duelos foram emocionantes. No primeiro jogo, 1 a 0 para o Alviverde. Na volta, o Rubro-negro retribuiu. A decisão foi para os pênaltis e o goleiro Marcos foi o destaque ao pegar três cobranças e ajudar na classificação às quartas.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*