Pela carreira, PH Ganso tenta aprender a marcar: ‘Melhorei’

Paulo Henrique Ganso sabe que precisa correr contra o tempo se quiser disputar a primeira Copa do Mundo da carreira. Sabe também que a fama de “maestro” como uma das maiores revelações do futebol brasileiro está ameaçada. Para tentar recuperar prestígio, se firmar no São Paulo e, quem sabe, voltar à seleção brasileira, o jogador vem tentando ser mais participativo, principalmente na marcação.

– Melhorei nisso e sei que preciso melhorar a cada treinamento, tanto na parte defensiva quanto ofensiva, para ajudar o time dentro de campo e a mim mesmo – afirmou.

A maior disposição do camisa 8 foi destacada pelo técnico Ney Franco após a vitória por 2 a 1 sobre o São Bernardo. Sem a bola, Paulo Henrique fechou o meio de campo ao lado de Jadson, Maicon e Denilson. A recompensa veio com a permanência na equipe para enfrentar o Bragantino, neste sábado, às 18h30m, no Morumbi, pelo Paulistão.

– Fiz uma pré-temporada com todo mundo para dar uma alavancada na carreira, pela Seleção e pelo São Paulo. É o começo de tudo. Vou fazer o que valer a pena para minha evolução – disse.

Ganso, aliás, não fazia duas partidas consecutivas como titular desde os dias 20 e 23 de fevereiro, quando foi escalado nas vitórias sobre São Caetano e Linense, ambas pelo estadual. Mesmo assim, não teve todo o tempo para atuar e acabou substituído no intervalo do segundo confronto.

Depois da turbulência com Ney Franco ao se irritar por sair no início do segundo tempo do clássico contra o Palmeiras, o meio-campista parece ganhar a confiança do treinador. Em busca de um time ideal, o comandante manterá a formação com ele e Jadson na armação das jogadas.

– Essa dupla vai crescer na base da conversa dentro de campo, um falando com o outro e trocando de posição para confundir o adversário – projetou.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*