Pediu para voltar? Ricardo Oliveira contraria Juvenal

O atacante Ricardo Oliveira, que trocou o Al Jazira pelo Al Wasl e permanece nos Emirados Árabes Unidos, contrariou a versão do presidente do São Paulo Juvenal Juvêncio e disse que não ligou para o clube do Morumbi e pediu para voltar, como disse Juvêncio.

Segundo Oliveira, a situação foi oposta. O São Paulo o teria procurado e perguntado sobre sua saída do Al Jazira, para consultar a possibilidade de um retorno.
“Na minha carreira esportiva, sempre que meu nome surgiu no mercado, nunca tive a necessidade de bater à porta de clube pedindo oportunidade para jogar. A respeito do São Paulo, afirmo categoricamente, que não liguei pedindo para voltar. Tive outras propostas do Brasil, e não foram nem uma e nem duas. Recebi propostas dos Emirados, Qatar e Europa, e graças a Deus não preciso ligar para clube. O que aconteceu foi o contrário, perguntando sobre as possibilidades. Pensamos, em um momento, ir para o Brasil, mas decidimos permanecer aqui”, disse Ricardo Oliveira, à Ràdio Bandeirantes.
Oliveira ainda agradeceu à torcida são-paulina, que se mostrou favorável à possibilidade do retorno. Ele disse ter visto as frases do presidente Juvenal Juvêncio e preferido não falar nada antes do acerto com o Al Wasl.
“Eu quero agradecer o carinho de todos os torcedores do São Paulo, que manifestaram pelas redes sociais o desejo de eu voltar para o São Paulo. Agradeço e, como sempre falei, adoro o clube e sou um torcedor. Tive duas passagens, bati na porta da Libertadores, não cheguei a ser ídolo, mas dei o meu melhor. Vi a matéria, mas preferi não falar naquele momento e que só falaria depois que acertasse com algum clube. Ligaram para saber da minha situação e se tinha possibilidade de falar a respeito e só isso”, concluiu.

Um comentário em “Pediu para voltar? Ricardo Oliveira contraria Juvenal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*