Pedida expulsão de Carlos Miguel Aidar do clube

Eu, Paulo Pontes, como sócio que sou do São Paulo FC, fiz o pedido oficial, endereçado ao presidente Carlos Augusto Barros e Silva, da expulsão do ex-presidente Carlos Miguel Aidar do quadro associativo do Tricolor.

Depois da decisão tomada na última segunda-feira, quando o Conselho Deliberativo expulsou Aidar e Ataide Gil Guerreiro do quadro de conselheiros, entendi não haver mais condição dele continuar sócio do São Paulo e eu, assim como os demais sócios, termos que conviver com sua presença nefasta em nosso meio.

Ressalto que excluí do meu pedido de expulsão o diretor de Relações Institucionais, Ataíde Gil Guerreiro, por entender que a decisão do Conselho foi extremamente severa com ele. Eu defendia uma suspensão.

A carta foi entregue a Leco nesta segunda-feira. Agora caberá a ele despachar à Comissão Disciplinar do clube que, por sua vez, deverá dar provimento, e determinar sua exclusão do quadro associativo, ou indeferir e, consequentemente, arquivar o pedido. Como sócio e jornalista, responsável pelo Tricolornaweb, vou acompanhar passo a passo o desenrolar dos fatos e informar ao meu leitor, torcedor e sócio, o final da história.

Abaixo a íntegra da carta entregue ao presidente Leco

 

Exmo. Sr.

Carlos Augusto Barros e Silva

DD presidente do São Paulo FC

Digno presidente,

O dia 25 de abril de 2016 vai ficar marcado como o dia em que o Conselho Deliberativo, por mais que tenha sido dolorido para os nobres conselheiros, expulsou dois integrantes de seu elenco: Carlos Miguel Aidar e Ataíde Gil Guerreiro.

Eu, na condição de jornalista, editor do Tricolornaweb, e sócio do clube, acompanhei toda a sessão. Como V. Sa. sabe, tivemos uma parcela considerável de responsabilidade nos fatos que culminaram com a renúncia de Carlos Miguel Aidar da presidência do São Paulo. Fomos nós que divulgamos todas as mazelas causadas por este cidadão e, por isso, não víamos outro caminho a ser tomado pela Comissão Disciplinar e pelo Conselho, que não sua expulsão do quadro de conselheiros.

Como V.Sa. está percebendo, estou me referindo apenas ao ex-presidente, pois entendo que a expulsão de Ataíde Gil Guerreiro foi errônea, e o relatório apresentado pelo Conselheiro José Roberto Ópice Blum um desastre.

Ciente de todo o mal que foi causado por Carlos Miguel Aidar ao nosso clube, comprovado pelos documentos apresentados à Comissão Disciplinar e aos conselheiros, entendo não ser possível sua convivência com os sócios do São Paulo FC. Eu não me sentiria bem encontrar pelas alamedas de nosso clube com este senhor, que tem contas a prestar na Justiça e certamente as prestará.

Por isso venho solicitar a V.Sa. que requeira ao Conselho Deliberativo o acervo de documentos que envolveu esse caso, como depoimentos e pareceres, e o envie à Comissão de Ética do clube. Já que agora ela é “apenas” sócio, cabe a esta outra Comissão examinar a documentação e, não haverá outra decisão a ser tomada, a não ser repetir o que foi feito no Conselho Deliberativo e, consequentemente, expulsá-lo do nosso clube. Não podemos conviver com pessoas deste tipo de caráter no Social.

Espero que V.Sa. dê provimento ao meu pedido e que a Comissão Disciplinar cumpra com seu papel.

São Paulo, 29 de abril de 2016

Paulo Rogerio Martellini Pontes – sócio nº 2253

7 comentários em “Pedida expulsão de Carlos Miguel Aidar do clube

  1. Sou da opinião que toda a diretoria, de cabo a rabo deveria sofrer uma pena, seja lá qual for, isso porque aquele que não meteu a mão na cumbuca foi conivente e assim colaborou com a sangria do cofre do clube.

  2. Paulo, me desculpe não posso concordar com sua colocação, ambos foram corretamente excluídos do Conselho e deviam ser também excluídos do clube, o dia que você escrever alguma coisa ai contra o Ataíde ele te pega no clube, já fez isto várias vezes com outros conselheiros e sócios.
    Ele denegriu a imagem do São Paulo junto com o Aidar, fora os dois.
    E veja só com a saída dele como o time gostou disso , nenhum jogador gosta dele.
    Já é carta fora do baralho, não fica defendendo coisa ruim ai não.

    • Fui informado que um grupo político do São Paulo fará o pedido para exclusão do Ataíde. Eu, particularmente, acho que Aidar é o mal maior. Por isso tomei essa atitude. E não pense que vou parar por aí. Já estou cobrando atitudes semelhantes contra todos que assinaram o contrato com a Far East.

  3. Ainda não entendi a mania do Leco em proteger quem fere o estatuto, até achei exagerada a expulsão do Ataíde, mas pensando friamente, não podemos ser condescendentes com desvios de nenhuma espécie, fez algo que estava previsto em estatuto e passível de punição? Pois que seja punido e duramente. É a permissividade a desvios que fazem o ambiente ser propício a srs como o Aidar, ou alguém pensa que se tivéssemos um conselho e diretoria duros este tipo de sr seque chegaria na porta? Parabéns pela atitude Paulo.

  4. A minha expectativa é que o seu pleito seja acolhido pelo Presidente e remetido aos canais competentes para abertura do processo. Compactuo na íntegra com o seu pleito.

  5. Por muito menos Pimenta foi expulso e depois me parece lo reintegraram, detalhe foi campeao mundial. Esse aidar, ex presidente da oab __—- interrogacao, pode crer, ainda esculhambou tudo q havia de etico no TRIMUNDIAL, q va para hell
    karajo di mierda junto com sua parceira em desviar nosso patrimonio.

Deixe uma resposta para Valdelino Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.