Osvaldo cita marcação para aprovar tática de Leão com três atacantes

Sem Lucas e Casemiro, que estão na Seleção Brasileira, e com Maicon cometendo seguidos erros, Emerson Leão optou por um time com três atacantes, Jadson na armação e Cícero recuado ao lado de Denilson. A equipe perdeu por 1 a 0 pelo Inter, no Beira-Rio, mas Osvaldo, que ganhou chance no novo esquema, gostou principalmente da marcação exercida no 4-3-3.

“Foi bom, fizemos exatamente o que o técnicopediu. Marcamos bem, tanto é que os dois laterais deles não foram ao fundo nenhuma vez para cruzar. Bloqueamos bem isso”, enalteceu o jogador, que seguiu como titular mesmo no segundo tempo, quando Leão retomou o 4-4-2 com a entrada de Maicon no lugar de Fernandinho.

Além de marcar, a manutenção da bola foi outro trunfo apontado por Osvaldo, que definiu o gol de falta de D’Alessandro como um descuido bem aproveitado pelo Colorado, que soube manter a vantagem até o final.

É coisa do futebol, acontece. Tomamos o gol, no segundo tempo tivemos posse de bola muito, mas eles conseguiram se defender bem”, falou, em tom de lamentação, mas de satisfação pelo posicionamento do São Paulo em campo.

 

“Estávamos bem postados no primeiro tempo, tivemos uma posse de bola muito boa, com chances de fazer gol. Em uma infelicidade, eles conseguiram fazer o gol em uma cobrança de falta e depois se defenderam bem. Por isso não conseguimos achar o gol do empate”, concluiu Osvaldo.

Apesar dos elogios, ainda não há indícios se o esquema com três atacantes será mantido para o clássico de domingo – existe a possibilidade da volta do 4-4-2. O setor ofensivo, porém, certamente terá uma mudança, ao menos, de peça: Luis Fabiano está suspenso e deve ser trocado por Willian José.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*