Nova camisa do São Paulo amplia relação com patrocinador

O São Paulo apresentou na última quinta-feira seus novos uniformes de jogo para o restante da temporada. De acordo com o clube, pela primeira vez em mais duas décadas (1997), as faixas da camisa principal do Tricolor ficarão no peito. Bastante elogiado pelos torcedores na redes sociais, o design elaborado pela Adidas só foi possível graças à cessão do Banco Inter nas negociações.

Patrocinador máster do São Paulo até a temporada de 2020, o banco aceitou de bom grado que sua marca ficasse abaixo das listras tricolores, contrariando o que estava previsto no contrato assinado na última temporada. Segundo João Vitor Menin – presidente da instituição financeira -, não houve problema para aceitar o pedido, pois o objetivo era atender o desejo da torcida.

– As negociações foram muito fáceis. Até porque era um interesse comum, tanto da diretoria de marketing do São Paulo como do Banco Inter. As duas partes e também a Adidas escutaram a peça mais importante dessa campanha: o torcedor. O torcedor queria, era um desejo antigo. Falando pelo ponto de vista do Banco Inter, não fazia sentido sermos a pedra no sapato da campanha. Resolvemos descer a marca para debaixo das faixas, colocá-las em destaque, que é o correto, é o justo. Estamos satisfeitos, acredito que foi um passo importante. Foi um ganho para todos – pontuou Menin.

A parceria, inclusive, é classificada como extremamente positiva pelos representantes do banco mineiro. Embora sua marca tenha mudado de lugar na camisa, o banco acredita que uma relação mais próxima com os são-paulinos possui um valor muito maior do que a exposição televisiva durante os jogos da equipe do técnico Diego Aguirre.

– Hoje em dia, temos que pensar diferente. O valor da marca não está em ela aparecer mais ou menos. É muito mais ter uma empatia boa com o torcedor, com os mais de 18 milhões de torcedores que o clube tem espalhados pelo Brasil, do que estar mais ou menos exposta na televisão. Hoje, temos a força das mídias sociais, e acho que é por aí.

Diante da boa relação com os torcedores e com a diretoria do São Paulo, uma renovação de contrato ao fim do vínculo não está descartada. A nova camisa do Tricolor serviu para aproximar ainda mais o banco do clube, que se candidata a criar uma relação cada vez mais próxima com a equipe do Morumbi.

– Desde que entramos no São Paulo, em 2017, sempre pensamos no longo prazo. Tanto que nosso contrato é até 2020. Acreditamos que um bom contrato de patrocínio passa por estar junto do torcedor. Temos trabalhado sempre para podermos ativar nossa marca junto do torcedor, com várias ações que temos feito. Acredito que o torcedor está gostando. Essa é mais uma atitude do patrocinador e outras virão para contribuir com essa parceria de longo prazo – concluiu o presidente do Banco Inter.

 

Fonte: Lance

4 comentários em “Nova camisa do São Paulo amplia relação com patrocinador

  1. Muito bacana mesmo queria muito que o tricolor trouxesse um meia “fera” pro lugar do Cueva…… poderia olhar com carinho pro QUINTEROS da seleção colombiana…. também para segundo plano o Arrascaeta, ou Zé Rafael…. seria um grande time…. e também muito veloz….. valeu tricolores!!!!!

  2. Acho cedo para comemorar a postura do patrocinador, até porque não sabemos o conteúdo do que foi negociado. Comemoremos quando a renovação ou não.

  3. Aparentemente a relação com o Banco Inter é a melhor possível.
    Achei muito bacana o patrocinador deixar a marca abaixo das listras , mostrando uma sintonia entre as duas partes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.