Nos duelos entre o pior e o melhor da 1ª fase, nem sempre dá a lógica

Desde a Copa Libertadores de 2005, o regulamento aponta cruzamento entre os melhores primeiros colocados da primeira fase contra os piores segundos colocados nas oitavas de finais. Nesta edição do torneio, o mata-mata terá duelo brasileiro entre Atlético-MG, dono da melhor campanha, e São Paulo, o último posicionado entre os classificados às oitavas. Mas a história recente já mostrou que nem sempre o favoritismo prevalece.

Em 2010 e 2011, dois times brasileiros realizaram as melhores campanhas, Corinthians e Cruzeiro, respectivamente. E ambos caíram já no primeiro embate dos mata-matas. Os paulistas foram eliminados pelo Flamengo de Vágner Love e Adriano, e os mineiros não resistiram ao colombiano Once Caldas.

As ‘zebras’ contra os favoritos aconteceram também em 2006 e 2012, mas não tão cedo. Melhor time da primeira fase em 2006, o Vélez Sársfield passou pelo confronto argentino com o Newell’s Old Boys nas oitavas, mas caiu logo em seguida, nas quartas, para o mexicano Guadalajara. E no ano passado, o Flu com um super elenco montado para o torneio, também parou nas quartas após fazer a melhor campanha da fase inicial.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*