Ney pede novo ímpeto no mata-mata: ‘Não se pode dar ao luxo de tropeçar’

O técnico Ney Franco reconhece que o São Paulo ficou devendo na derrota por 1 a 0 para o Mogi Mirim, neste domingo, fora de casa, pela 19ª rodada do Campeonato Paulista. O comandante, agora, quer um novo ímpeto do Tricolor para o mata-mata do Estadual, diante do Penapolense.

– Agora muda o perfil da competição, é mata-mata. Não pode se dar ao luxo de tropeçar mais e temos mobilizar o grupo, agora que o jogo com o Penapolense dá a vaga na semifinal. A gente tem que entrar muito forte, jogar melhor do que a gente jogou nos dois últimos jogos. Nos dois últimos jogos, um pouco desfocado, pois já tinhamos a classificação garantida em primeiro lugar – declarou o técnico, durante entrevista coletiva.

O Tricolor terminou a primeira fase do Paulista na primeira colocação, com 41 pontos. Com isso, manda o jogo diante do Penapolense no estádio do Morumbi, no próximo fim de semana. Durante a disputa por pontos corridos, o Tricolor venceu o clube do interior por 2 a 0, fora de casa, com gols do zagueiro Rhodolfo e do atacante Ademilson.

Acerca do duelo contra o Mogi, o treinador enalteceu a oportunidade para dar ritmo de jogo aos atletas que têm tido menos chances. Vale ressaltar que o São Paulo terminou o jogo com seis jogadores formados nas categorias de base do clube: Rodrigo Caio, João Schmidt, Ademilson, Adelino, Henrique Miranda e Lucas Farias.

– Demos também oportunidade a alguns jogadores. Agora é força total diante do Penapolense, é só esperar as definições de horário e dia de jogo para que a gente possa trabalhar forte em cima dese jogo – completou.

O elenco são-paulino ganhou folga nesta segunda-feira e só se reapresenta no CT da Barra Funda na terça.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*