Ney não vê problema com Jadson e Osvaldo na Seleção: ‘Se fosse final…’

O São Paulo teve dois jogadores convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari para o amistoso entre Brasil e Bolívia, neste sábado, dia 6, às 16h (horário de Brasília): o meia Jadson e o atacante Osvaldo. Como o São Paulo joga em La Paz nesta quinta-feira, contra o Strongest, pela Taça Libertadores da América, ambos deverão permanecer na Bolívia até o fim de semana e desfalcar o Tricolor contra o Botafogo de Ribeirão Preto, domingo.

As reclamações de alguns treinadores por conta do amistoso da Seleção chamaram a atenção. O técnico Muricy Ramalho, do Santos, por exemplo, disse não entender o motivo da realização do amistoso em tal data. No São Paulo, Ney Franco se mostrou despreocupado e não criticou a CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Para ele, o bom momento vivido pelo Tricolor não será prejudicado pelos desfalques.

– Convocações da seleção brasileira são tema recorrente. Já foi assim no ano passado. Em determinado momento, muitos clubes vão reclamar. Mas agora é um momento sem definição de título, então dá para convocar. Não terá muita interferência no meu trabalho. Um jogo pelo Campeonato Paulista, estamos liderando… Se fosse uma final, eu estaria lamentando – afirmou Ney, em entrevista coletiva.

Atualmente, o São Paulo ocupa a liderança do Paulistão, com 35 pontos ganhos (um a mais que a vice-líder Ponte Preta) e um jogo a menos disputado. Além da viagem a Ribeirão Preto no domingo, o Tricolor ainda enfrenta o XV de Piracicaba no Morumbi (em casa, dia 13) e Mogi Mirim (fora, dia 21). A equipe já assegurou a classificação às quartas de final do estadual.

Osvaldo já havia sido convocado por Luiz Felipe Scolari para os amistosos contra Itália e Rússia, terminados em empate por 2 a 2 e 1 a 1, respectivamente. Já o meia Jadson, constantemente lembrado pelo antigo treinador da Seleção, Mano Menezes, volta a ter oportunidade de representar o país.

A comissão técnica da Seleção usou como critério prejudicar o mínimo possível as equipes que estão disputando competições e jogos importantes durante a próxima semana. A seleção brasileira vai se apresentar ao treinador na noite de sexta-feira e seguirá em voo fretado para Santa Cruz de la Sierra. Logo após o confronto, a delegação retorna ao Brasil.

A Federação Boliviana informou que a renda do amistoso deste sábado será dividida entre a família do jovem Kevin Espada (morto no dia 20 de fevereiro durante jogo entre San José e Corinthians, pela Libertadores) e os ex-jogadores campeões da Copa América de 1963 pela seleção do país.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*