Ney esconde escalação, mas admite: ‘Quero um time mais consistente’

Ney Franco deu pistas, mas não divulgou a escalação do São Paulo para a partida contra o Arsenal, nesta quinta-feira, às 21h30m (de Brasília), em Avellaneda, pela Taça Libertadores.

O Tricolor realizou um treino fechado, nesta quarta, no estádio Julio Grondona, palco do confronto. Os jornalistas só tiveram acesso ao gramado depois da atividade. O técnico, porém, promete mudanças para tentar impedir mais um resultado ruim no Grupo 3.

Ele não terá o centroavante Luis Fabiano, expulso semana passada, diante do mesmo Arsenal, e o volante Wellington, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O comandante cogitou abandonar o esquema 4-2-3-1 para fortalecer a defesa, bastante questionada nas últimas partidas.

– Quero um time mais consistente. Trabalhamos muito em função do campo, as dimensões são menores e a equipe adversária explora muito a bola aérea – afirmou.

O garoto Rodrigo Caio, destaque do clássico contra o Palmeiras, pelo Paulistão, pode ser uma das novidades na lateral direita ou na marcação no meio de campo. O armador Ganso, titular no domingo, corre risco de perder a vaga. Já o meia Maicon tem chances de permanecer como um dos jogadores que iniciarão o confronto.

– Temos alguns ajustes. Com certeza, entraremos com apenas dois jogadores (de ataque) de ofício. Temos um jogador no meio e a liberdade dos laterais que podem se transformar em um terceiro atacante. Vai mudar a característica do Osvaldo. Ele vai ficar mais por dentro, e o Aloísio como referência. Vamos ter um outro jogador para chegar pelo lado direito – afirmou.

Em segundo lugar no Grupo 3, com quatro pontos, o São Paulo precisa de um bom resultado para não correr riscos de ficar fora logo na primeira fase. Na próxima rodada, o time enfrenta o Strongest, na Bolívia, e só volta a atuar em casa diante do Atlético-MG, na última rodada, no Morumbi.

– Ontem (terça-feira), fizemos um trabalho mais voltado para a parte ofensiva, de movimentação e bola parada. Hoje, foi mais um ajuste na parte defensiva. Temos uma ligeira mudança na forma de jogar e fizemos esse trabalho com escanteios e faltas laterais – completou o treinador.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Ney esconde escalação, mas admite: ‘Quero um time mais consistente’

  1. Só uma pergunta para o Ney Franco.
    Quando se falava do Ganso no São Paulo, vc disse que ja tinha feito
    o rascunho da escalação com ele no time, certo.
    Você perdeu o rascunho?
    Se perdeu tente achar antes que a vaca vai para o brejo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*