Ney elogia time e vai festejar vaga com esposa: ‘Foi uma noite perfeita’

O semblante fechado dos últimos dias deu lugar a um sorriso aberto na entrevista coletiva na madrugada de quinta-feira. O técnico Ney Franco tirou um caminhão de pressão das costas com a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG que classificou o São Paulo para as oitavas de final da Taça Libertadores da América. Noite que promete ser longa.

– Estou eufórico com a vitória. Vou comemorar muito, logicamente com a minha esposa. Foram dois dias concentrados. Ela deve estar doida para que eu chegue em casa. Mas amanhã já temos treino. Estou feliz e aliviado – afirmou.

O treinador não poupou elogios ao comportamento do time para derrotar a equipe com a melhor campanha de todo o torneio sul-americano. Os clubes, aliás, vão se enfrentar no mata-mata. O primeiro duelo, ainda sem data confirmada, será no Morumbi.

– Hoje, do goleiro ao último homem jogamos bem. É importante ressaltar o profissionalismo do Rogério, o esforço que fez para jogar. Paulo Miranda sofreu muito, teve uma lesão no primeiro jogo. Os dois zagueiros jogaram muito, o Carleto também. Os dois volantes deram uma aula de futebol, passando pelo Ganso. A luta do Osvaldo e do Aloísio na frente, o Douglas marcando e participando efetivamente… – citou.

Mais do que vencer, o São Paulo precisou contar com a ajuda do Arsenal para avançar. O time argentino derrotou o Strongest por 2 a 1, em Sarandí. Eles terminaram empatados com sete pontos, mas os brasileiros em vantagem no saldo de gols: zero contra cinco negativos.

– Disputamos toda a primeira fase sendo pressionados. Conseguimos sair dessa pressão. Jogamos dependendo do resultado, e veio essa questão que lá deu certo. Nós poderíamos estar falando de uma vitória excelente, mas com uma ducha fria sem a classificação. Foi uma noite perfeita – disse.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*