Ney defende tática, mas admite: ‘Não vivemos um bom momento’

Ney Franco ligou o sinal de alerta depois da derrota do São Paulo por 2 a 1 para o Arsenal, nesta quinta-feira, em Sarandí, na Argentina, pela Taça Libertadores. O treinador reconheceu que a fase da equipe é ruim, mas defendeu a estratégia utilizada por ele para o duelo que deixou o Tricolor em situação complicada no Grupo 3.

– A equipe jogou muito abaixo do que esperávamos nos dois confrontos contra o Arsenal. Não tivemos competência para vencer. Vamos trabalhar para reverter essa situação – afirmou.

Pressionado, o treinador optou por fechar os treinamentos após o empate contra o Palmeiras, no último domingo, pelo Paulistão. A equipe reapareceu nesta quinta atuando no esquema 3-5-2 e não no 4-2-3-1. A alteração, contudo, não impediu que o Tricolor voltasse a jogar mal e cometesse muitos erros, sobretudo no setor defensivo.

– A derrota não tem relação com o sistema de jogo. Tivemos tempo para armar essa formação. A semana de trabalho foi muito boa – ressaltou.

O São Paulo permanece na segunda colocação, mas agora com os mesmos quatro pontos do Arsenal – os brasileiros levam vantagem no saldo de gols. Na próxima rodada do torneio, o Tricolor visita o  The Strongest, em La Paz, dia 4 de abril. A rodada final será diante do líder Atlético-MG, no Morumbi.

– Não vivemos um bom momento, mas vamos tentar mudar isso – disse.

 

Fonte:  Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*