“Não fui repreendido por ninguém”, diz vice do São Paulo após polêmica

O vice-presidente de futebol do São Paulo, João Paulo de JesusLopes, não teve nenhum tipo de repreensão na diretoria. Pelo menos é o que informou o próprio dirigente nesta quarta-feira, após quase uma semana de recolhimento, que serviu para evitar a imprensa tanto nos telefonemas quanto nos encontros pessoais no CCT da Barra Funda.

Em rápida conversa com os repórteres que aguardavam a coletiva de imprensa de Ney Franco, o cartola afirmou que acha que a repercussão foi completamente exacerbada e que o presidente do time, Juvenal Juvêncio, não o repreendeu, como chegaram a afirmar alguns conselheiros.

“Depois de tudo, conversamos com o Ney Franco e ele viu que foi tudo absolutamente tratado de uma maneira sensacionalista. Por meio de nossos assessores, o técnico pôde ver que a frase na coletiva foi pinçada de um contexto em que eu falava muito mais. Eu elogiava a substituição, a raça do time e até que me exaltei um pouco com a apresentação. Mas foi tudo usado pela imprensa para ‘sensacionalizar’ o ambiente”, disse João Paulo.

“Eu não recebi repreensão de ninguém. Tudo foi observado por Adalberto Baptista, por Juvenal Juvêncio e também pelo Carlos Augusto (Leco). Nenhum deles me fez repreensão nenhuma, até porque quem vive no São Paulo sabe que a convivência continuou absolutamente normal”, completou.

Depois da polêmica, João Paulo evitou contato com a imprensa e chegou até a usar uma saída alternativa de um dos campos do CCT da Barra Funda para não cruzar com os repórteres na terça-feira. Nesta quarta, ele resolveu encontar os repórteres. Antes, pelo segundo dia seguido, ele acompanhou ao treino da beira do gramado e conversou com membros da comissão técnica.

Internamente, as críticas não pegaram bem, especialmente por João Paulo ser o dirigente que mais cobra discrição nas declarações. Ney Franco rebateu instantaneamente, dizendo que Adalberto é quem cuida do futebol, e os jogadores também não esconderam as críticas.

Depois de declarar à Rádio Bandeirantes que estava envergonhado com o que viu, João Paulo, para a TV Bandeirantes, amenizou o discurso e falou apenas que havia visto “uma das piores atuações” do time no ano. À Rádio ESPN, ele também disse ter ficado envergonhado do que viu.

Fonte: Uol

2 comentários em ““Não fui repreendido por ninguém”, diz vice do São Paulo após polêmica

  1. A idiotice continua, com ele dando munição para a imprensa. Para provar o que, se ele não manda nada mesmo, já que a última palavra é sempre do JJ? O que seria o mundo sem idiotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*